Babá pula de terceiro andar de prédio no Imbuí; entenda caso


Nesta quarta-feira (25), ambulância e carro de polícia assustaram os moradores da Vila Anaití, condomínio de prédios localizado no bairro Imbuí, em Salvador. No início da manhã, uma mulher que trabalhava como babá pulou do terceiro andar de um dos edifícios e acusou a patroa de cárcere privado. As informações são do Jornal Correio.  

Após pular do terceiro andar, a mulher caiu em um apartamento do primeiro. Ela foi socorrida por uma ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e encaminhada para o Hospital Geral das Clínicas (HGE). Ela chegou à unidade consciente e prestou depoimento preliminar à polícia.

No depoimento, a babá contou que trabalhava no apartamento há apenas 8 dias, mas havia decidido deixar o emprego. Após a decisão, ela relatou que teria sofrido agressões, tido seu celular confiscado e sido trancada em um dos cômodos da casa. Sem contato com o mundo exterior, ela teria decidido pular do terceiro andar para sair do apartamento, localizado no edifício Absolutto. 

Um dos moradores do prédio, que não quis ser identificado, apresentou uma versão diferente dos faros. Segundo ele, a babá, que era responsável por cuidar dos três filhos da patroa, teria sido agressiva com uma das crianças. Ao ser flagrada, a funcionária teria se escondido em um dos cômodos e pulado pela janela para fugir. Esta versão ainda não foi confirmada pela polícia, que ainda investiga o caso sob responsabilidade da 9ª delegacia (Boca do Rio).

Segundo o Correio, a polícia informou que não dará mais detalhes do caso para não atrapalhar as investigações. Já estado de saúde da mulher não foi divulgado, mas ela continua internada. 

 





Fonte: iBahia