29.6 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Brasil-RS 0 x 1 CSA – Xavante perde a 5ª seguida e Azulão mantém ascensão na Série B


Pelotas, RS, 19 (AFI) – O CSA impôs a quinta derrota consecutiva do Brasil-RS na Série B do Campeonato Brasileiro na noite desta quinta-feira, quando venceu o rival por 1 a 0, no estádio Bento Freitas, em Pelotas (RS), pela 19ª rodada e última do primeiro turno.

Foi a quinta derrota consecutiva do Brasil-RS, que vive turbulência nos bastidores com a diretoria rachada e jogadores sem receber salários há três meses. Um conjunto de problemas que, aliado aos péssimos resultados em campo, mantém o time na lanterna com apenas 12 pontos ganhos.

Em compensação, o CSA chegou a terceira vitória consecutiva e quarto jogo sem derrota no campeonato, numa sequência que tirou o time das últimas posições e o colocou em décimo lugar com 28 pontos.

BRASIL ASSUSTA, MAS CSA É QUEM FAZ

Com bola rolando, o Brasil-RS indicou postura ofensiva e quase abriu o placar no primeiro minuto. Kevin recebeu bom lançamento, dominou e arriscou chute forte. A bola bateu no travessão, quicou em cima da linha e voltou para as mãos do goleiro Lucas Frigeri.

Porém, o time gaúcho não conseguiu manter o bom momento e viu o CSA dominar o confronto. Aos 15 minutos, o experiente Renato Cajá deu ótima assistência para Gabriel, que recebeu nas costas da defesa, invadiu a área e concluiu na saída do goleiro, abrindo o placar em Pelotas.

Com a vantagem no placar, o CSA priorizou o toque de bola e até poderia ter feito o segundo gol antes do intervalo. Aos 34, Dellatorre dominou, passou pela marcação e chutou em cima do goleiro Matheus Nogueira.

CHANCES E VITÓRIA ALAGOANA

No segundo tempo, o CSA preferiu recuar e esperar o Brasil-RS pelos contra-ataques. E a postura quase resultado no empate dos gaúchos aos dois minutos, quando o lateral-esquerdo Paulinho chutou de fora da área e obrigou Lucas Frigeri espalmar para a linha de fundo.

Mas ainda assim o CSA seguiu tendo chances de fazer mais gols. Aos 11, Ernandes puxou contra-ataque e cruzou para Dellatorre, sozinho, cabecear para fora. Depois, aos 18, foi a vez de Marquinhos recebeu na meia-lua e chutar colocado de esquerdo, rente à trave do goleiro.

Nos minutos finais a partida ganhou ares de tensão, com o Brasil-RS arriscando chutes de fora da área, mas parando no goleiro Lucas Frigeri. Já o CSA tentou segurar a bola na defesa à espero do apito final.

PRÓXIMOS JOGOS

O Brasil-RS volta a campo no domingo para enfrentar o Londrina, às 18h15, no estádio do Café, em Londrina (PR). Enquanto o CSA só voltará a atuar na terça-feira, quando receberá o Náutico, às 21h30, no Rei Pelé, em Maceió (AL).

Confira também:





Fonte: Futebol Interior