Ciclo operacional: confira exemplo prático sobre a sua relevância


Em que consiste o ciclo operacional?

O ciclo operacional consiste em uma fórmula que mede a capacidade operacional da sua empresa, seja indústria, comércio ou prestadora de serviço. O ciclo operacional mostrará ao empreendedor qual o período decorrido entre a compra dos insumos juntos aos fornecedores até a entrada no caixa, referente às vendas realizadas.

Por que o ciclo operacional é importante para a minha empresa?

A importância desse indicador é vista a partir de seu conceito. O período que a empresa precisa para realizar toda a parte operacional demonstra, além do ritmo de produção, a frequência de pagamento aos fornecedores e recebimento dos clientes. Ou seja, o ciclo operacional indicará se a empresa está com os respectivos prazos (armazenamento, pagamento e recebimento) devidamente alinhados.

Imagine uma pequena empresa que revenda produtos de agricultores locais. O ciclo operacional desse pequeno negócio compreenderá o período decorrido desde a entrega dos produtos por parte dos agricultores locais, tempo de armazenagem até a sua venda e período de pagamento ao fornecedor e recebimento dessas vendas.

Vamos a um exemplo prático

Uma pequena mercearia, localizada em determinada cidade interiorana, adquire produtos diretamente dos agricultores locais. Tendo em vista a data de entrega desses produtos, os agricultores aguardam um prazo de 30 dias corridos para receber o valor da venda feita à mercearia.

Você Pode Gostar Também:

Assim sendo, o pequeno comerciante disponibilizará os produtos em suas prateleiras, aguardando os moradores da pequena cidade. O produto terminou por ser comprado por algum morador após 2 dias de exposição na prateleira da mercearia e o respectivo pagamento foi efetuado em dinheiro.

Esse cenário evidencia que os prazos de armazenagem, pagamento e recebimento estão em perfeita consonância. Pois, o pequeno comerciante teve um período de 30 dias para efetuar o pagamento ao fornecedor. Bem como, o período de armazenagem foi curto (2 dias) e o recebimento foi imediato.

Isso demonstra que a empresa teve o retorno do produto vendido antes do desembolso com o fornecedor, gerando uma alta capacidade de entrada no caixa. Além disso, o fato de ter armazenado a mercadoria por apenas 2 dias demonstra uma alta capacidade de renovar esse ciclo.

Exemplo com pagamento efetuado por cartão de crédito

Agora, imagine uma situação em que o cliente tenha pagado no cartão de crédito, o empreendedor deverá esperar o prazo que a administradora do cartão precisa para disponibilizar os valores, o que pode acontecer somente depois da ocorrência do pagamento ao fornecedor, nesse caso, o comerciante pagará o fornecedor com recursos disponíveis em seu caixa, para só então, ter a respectiva entrada.

Dessa forma o empresário pagará com recursos próprios. Ou ainda pior, caso não tenha recursos próprios deverá recorrer ao crédito bancário ou renegociar com o agricultor.

Como dito anteriormente, é importante levar em consideração as nuances da atividade empresarial, visto que, são diversos os fatores que provocam alterações nesse resultado. Para contornar essas variáveis é necessário que além de conhecer o fluxo de processos da empresa, o empreendedor mantenha o controle de suas operações.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos