Cinco séries de única temporada para maratonar no fim de semana – Conexões e Negócios



Não é todo mundo que tem paciência para assistir várias temporadas de uma única série, como é o caso dos fãs de Supernatural ou Grey’s Anatomy. Além da disposição em si, tem gente que simplesmente não tem tempo mesmo e acaba se entediando com seriados que se prolongam. O ideal, nestes casos, é acompanhar minisséries que se resolvem em uma única temporada, sem chance de enrolação. 

Este tipo de conteúdo tem que atender a alguns requisitos como, por exemplo, conseguir concluir a história, sem deixar nenhum fio solto no meio do caminho. Além disso, sabe aquela vontade de querer assistir mais sobre a temática? Não é exatamente bem-vinda aqui, já que pode gerar frustração no espectador que sabe que não terá uma continuidade na história. 

Com temas variados, o Coisa de Cinéfilo selecionou cinco séries de uma única temporada e com até 12 episódios para você conferir rapidamente no fim de semana!

Uma jovem vítima de estupro tem que reviver o pesadelo repetidas vezes ao contar a história na delegacia. Ainda assim, ninguém acredita na sua versão, já que o criminoso não deixou qualquer rastro. Algum tempo depois, uma policial retoma seu caso após descobrirem que se trata de um estuprador em série extremamente metódico e limpo. Baseada em uma história real completamente inacreditável. 

Little Fires Everywhere (Prime Video)

Uma família rica e branca sofre uma reviravolta na sua rotina quando mãe e filha negras, e de classe social baixa, alugam uma de suas casas. As duas famílias, em especial as mães, se vêem jogadas em uma história que envolve o conflito de classes, racismo, saúde mental, assim como uma discussão do que significa a maternidade na prática. Traz uma excelente dupla de protagonistas, com Reese Witherspoon e Kerry Washington.  

Especial para os fãs da Marvel, WandaVision conta um pouco do que aconteceu após os eventos do filme Vingadores: Ultimato (2019), com a Feiticeira Escarlate e o Visão. Tudo começa com uma realidade ficcional do casal vivendo no subúrbio de uma cidade em Nova Jersey, com identidades falsas e como se fossem pessoas comuns. A medida que os anos avançam de maneira aleatória e não-linear, as suspeitas começam de que as coisas não são bem o que parecem.

Olhos Que Condenam (Netflix)

Cinco adolescentes de uma região negra de Nova York são acusados de um ataque brutal de estupro no Central Park. Inocentes, suas famílias se desesperam para tentar provar a injustiça a qual estão sendo acometidos. Escancarando o racismo enraizado, a série nos apresenta uma dolorosa história verídica de um dos mais polêmicos casos de erro judiciário da história dos Estados Unidos. São quatro episódios longos e intensos.

Imagine gostar de uma pessoa e sempre ter um desencontro de tempos com ela? Essa é a história de Marianne e Connell, dois jovens que acompanhamos desde a época de colégio nos seus interesses amorosos mútuos. O momento de cada paixão é que parece não funcionar nunca, mesmo que eles pareçam ser perfeitos um para o outro. É uma série que fala muito sobre o quão insuficiente é apenas amar uma pessoa numa relação. 





Fonte: iBahia