21.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Classicismo: conheça Luís Vaz de Camões!


Luís Vaz de Camões: um resumo sobre o autor

O classicismo foi um movimento artístico e cultural que surgiu no período de transição entre a Idade Média e a Idade Moderna: o século XVI. 

Dentre os seus principais autores, o nome de Luís Vaz de Camões se destaca. Assim, não é de se surpreender que questões sobre esse autor sejam tão comuns nas principais provas do país, com um destaque para os concursos, os vestibulares e a prova do ENEM.

Quem foi Luís Vaz de Camões? 

Luís Vaz de Camões, conhecido simplesmente como Camões, foi um dos maiores poetas de toda a história da humanidade.

Camões nasceu no ano de 1524, na cidade de Lisboa, em Portugal. Dentre as suas obras, podemos destacar Os Lusíadas.

Luís Vaz de Camões: poesia lírica

Dentre os principais temas da poesia lírica de Camões, podemos citar: o desconcerto de mundo, o amor carnal, o amor platônico, os sofrimentos do amor, o ideal de beleza perene e universal e a dualidade matéria-espírito. 

Você Pode Gostar Também:

Luís Vaz de Camões: Os Lusíadas

Como mencionado, o poema Os Lusíadas é o maior destaque de Camões. A obra é constituída por 10 cantos e 1102 estrofes de oitava-rima, com esquema rítmico ab ab ab cc. 

Quanto à estrutura, a obra foi escrita com base na epopeia clássica de Virgílio, de nome Eneida.

Os Lusíadas se divide em cinco partes:

  • Proposição: revela o assunto que será abordado na obra (estrofes de 1 a 3, canto I)
  • Invocação: pede inspiração às ninfas do Tejo, as Tágides (estrofes 4 e 5, canto I)
  • Dedicatória: oferece o poema ao rei D. Sebastião (mito do sebastianismo). Estrofes de 6 a 18, canto I.
  • Narração: a parte principal e mais extensa de toda a obra, na qual se desenvolvem os episódios da história (estrofe 19 do canto I à estrofe 144 do canto X).
  • Epílogo: começa com a censura do autor à decadência do país e termina com exortações a D. Sebastião. (estrofes de 145 a 156 do canto X).

Luís Vaz de Camões: episódios

Alguns episódios se destacam dentro da obra de Camões. São eles:

  • Episódio de Inês de Castro
  • Episódio do Velho do Restelo
  • Episódio do Gigante Adamastor

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos