21.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Concurso Ministério da Economia 2021: autorizadas 300 vagas temporárias


O Ministério da Economia vai abrir um novo edital de concurso público. Nesta sexta-feira, 27 de agosto, um novo certame foi autorizado para o preenchimento de 300 vagas temporárias em cargos dos níveis médio e superior.

De acordo com a portaria, as chances serão oferecidas em três cargos, sendo dois de nível superior e um de nível médio. Os salários variam entre R$1,7 mil e R$6.130.

Cargo Escolaridade Vagas Salário
Analista de Negócio nível superior 40 R$6.130
Analista técnico de demandas previdenciárias, judiciais e de controle nível superior 145 R$3.800
Técnico em atividades previdenciárias e de apoio nível médio 115 R$1.700

 

É importante destacar que os salários citados acima são os previstos em lei. No entanto, segundo a portaria, caberá ao Ministério da Economia definir a remuneração dos candidatos que serão convocados.

Os aprovados atuarão na execução de atividades relativas à centralização dos serviços de inativos e pensionistas dos órgãos da Administração Pública Federal direta, autárquica e fundacional e nos processos de compensação previdenciária entre regimes de previdência e atividades de natureza administrativa, no âmbito do Departamento de Centralização de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos (DECIPEX) do Ministério da Economia.

Segundo a portaria de autorização, o prazo de publicação do edital será de até seis meses. Sendo assim, como o documento foi autorizado em agosto, o documento deve sair até fevereiro de 2022.

Você Pode Gostar Também:

Último edital

Os últimos editais de concursos para o Ministério da Economia foram publicados em 2021 e 2020. As oportunidades foram para contratação de temporários, sob organização do Cebraspe ou do Idib.

Ainda está em andamento o concurso para o preenchimento de 590 vagas temporárias ,sendo 100 são para contratação imediata e 490 para cadastro de reserva. As vagas foram abertas para os cargos de coordenador de análise de prestação de contas, analista de prestação de contas, agente de apoio de prestação de contas, analista de instauração de tomada de contas especial.

As avaliações objetivas contaram com questões de Língua Portuguesa (15), Ética na Administração Pública e Legislação (05) e Informática Básica (10). Os aprovados serão contratados por um ano, podendo esse período chegar a cinco anos.

Os salários dos cargos variam entre R$1.700 a R$6.130, a depender do cargo.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos