Demitido de ‘Verdades Secretas 2’ por agredir ex, ator revela cárcere privado


O modelo João Gana, de 19 anos, abriu o jogo sobre seu antigo relacionamento para o jornalista Alessandro Lo Bianco. Ele foi demitido de ‘Verdades Secretas 2’ após uma denúncia de agressão feita pela ex-namorada, mas revelou ao jornalista que o antigo relacionamento era abusivo e que foi mantido em cárcere privado.

De acordo com João, as brigas era motivadas por ciúmes. A sua ex-namorada teria insistido para que ele postasse vídeos e fotos com ela no Instagram contra a sua vontade. AO tentar deixar o apartamento, o relacionamento piorou. “Ela escondeu a chave e me deixou trancado. Me torturou durante horas com o celular na minha cara tentando cavar uma agressão minha contra ela porque não queria gravar vídeos com ela para internet”, afirmou o modelo.

Na ocasião, ele estava com covid-19 e queria descansar. “Estava com Covid, falta de ar, ela saiu de casa e voltou dizendo que queria cuidar de mim e logo em seguida ficou filmando mais de três horas. Foi quando tentei acertar com a mão o celular dela, e não ela. E foi o que eu fiz. Não agredi ela com tapas, acertei o celular que estava na mão dela para que ela parasse de me torturar com filmagens”, explicou.

O modelo acredita que a ex-namorada, com quem teve um relacionamento de um ano e meio, tentou prejudicá-lo de forma proposital. “Uma vez que ela não teve vídeos comigo para se promover, tentou de outra forma, por vias nefastas para aparecer e me prejudicar. Fui usado por ela”, desabafou.

O jornalista Alessandro Lo Bianco ainda teve acesso ao Termo de Declaração apresentado pelo modelo na sede policial. O documento afirma que o casal vivia junto e tinha um relacionamento amoroso. Na declaração, o modelo afirma que a ex-namorada se tornou mais ciumenta desde que ele foi chamado para integrar o elenco de ‘Verdades Secretas 2’.





Fonte: iBahia