É possível cadastrar a conta PJ do Nubank em uma maquininha – entenda melhor


Conta PJ Nubank e a maquininha – entenda essa relação

A conta PJ Nubank passa por mudanças para o aprimoramento de seus serviços, principalmente com foco no empreendedor. Sendo assim, para poder receber na sua conta PJ do Nubank o dinheiro de vendas em maquininhas e também em outras plataformas de pagamento, é necessário cadastrá-la como conta domicílio nessas plataformas – como maquininhas, links de pagamento, aplicativos e sites de vendas, conforme informações do próprio Nubank.

Dessa forma, cada plataforma tem o seu passo a passo, mas o processo costuma ser:

  • Procurar a opção de alterar os dados bancários ou alterar a conta domicílio; 
  • Buscar o Nubank entre as opções;
  • Informar os dados da sua conta PJ.

Veja um exemplo oficial do Nubank:

  • Para cadastrar a conta do Nubank como conta domicílio na SumUp é só seguir o processo abaixo:
  • Acesse o seu perfil na plataforma e selecione “Detalhes do perfil”;
  • Em seguida clique em “Dados bancários” e insira os dados da conta PJ do Nubank;
  • Clique em “Salvar”.

O Nubank ressalta que, caso você tenha alguma dúvida ou dificuldade neste processo, deve entrar em contato com o suporte da plataforma de pagamentos.

Você Pode Gostar Também:

O que é o sistema SLC e como ele funciona?

Conforme informa o Nubank, em 2015, o Banco Central instituiu algumas normas sobre a liquidação de crédito. Desde então, a compensação e liquidação das ordens eletrônicas de débito ou crédito devem ser realizadas de forma centralizada por um sistema de compensação e de liquidação, o SLC ou SILOC, como também é chamado.

Sendo assim, o SLC não é uma entidade, mas apenas um sistema e a Câmara Intermediária de Pagamentos (CIP) é o órgão responsável pela administração da operação do SLC.

Como ocorre o processo de liquidação de pagamentos?

Uma empresa ou pessoa tem conta PJ ou PF em um banco ou instituição financeira cadastrada no sistema SLC. Essa pessoa ou empresa pode cadastrar sua conta como “conta domicílio” em uma plataforma de pagamentos, como uma maquininha. 

Assim sendo, ao comprar o produto ou serviço dessa pessoa jurídica, o cliente paga com seu cartão (de débito ou crédito) por meio da maquininha. Por conseguinte, ocorre a transferência do dinheiro da instituição emissora daquele cartão (o banco do cliente, por exemplo) para a instituição da conta PJ ou PF. Essa operação é chamada de liquidação.

A liquidação é intermediada por uma instituição chamada Prestador de Serviço de Compensação e Liquidação (PSCL). Ou seja, o PSCL transfere os valores entre a emissora e a instituição domicílio (onde está a conta de destino). Por fim, o dinheiro chega para a conta PJ ou PF de quem vendeu o produto ou serviço, dentro da instituição domicílio, explica o Nubank. Por isso, essa função amplia os serviços PJ e facilita a rotina financeira do empreendedor. 

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos