Estudo preliminar mostra que Coronavac é eficaz contra casos graves da variante delta


Um estudo divulgado pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) da China trouxe boas notícias em relação ao novo coronavírus. Segundo as informações coletadas, quatro vacinas de vírus inativado são eficazes contra casos graves de covid-19 causados pela variante delta. A Coronavac está foi uma dessas quatro vacinas analisadas. As informações são do G1.

Para o estudo de efetividade no ‘mundo real’, os cientistas analisaram dados coletados durante um surto da variante delta na região de Guangdong, no sudeste chinês. O surto aconteceu entre maio e junho de 2021 e atingiu mais de 10,8 mil pessoas. 

Dos 10,8 mil pacientes, 5 mil não haviam se vacinado com nenhuma dose e cerca de 4 mil havia recebido apenas uma dose da vacina contra a covid-19. Outros 1,7 mil haviam se imunizado totalmente com uma das vacinas disponíveis – que pode ter sido Coronavac. 

O estudo mostrou que, dos pacientes totalmente vacinados, apenas 5 apresentaram pneumonia. O número é bem maior quando se observa os não vacinados e os parcialmente vacinados: 85 e 12 respectivamente. Além disso, nenhuma pessoa imunizada com as duas doses desenvolveu SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave). 

Apesar de ainda ser um estudo inicial, ele já é um passo importante para entender a eficácia das vacinas em relação a variante delta. Os pesquisadores destacaram, no entanto, que outros estudos precisam ser feitos em relação ao tema.





Fonte: iBahia