Ferroviário-CE x Jacuipense-BA – Há mais do que a distância na tabela


Fortaleza, CE, 27 (AFI) – Ferroviário-CE e Jacuipense-BA abrem o Grupo A pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Série C, às 15 horas, no Elizir Cabral. O Ferrão poderia ser amplo favorito, porém, há fatores mais pesados do que a distância na tabela.

O Ferroviário é o sexto colocado com os mesmos 19 pontos do quinto Volta Redonda-RJ e do quarto Tombense-MG. Fica atrás por conta do saldo de gols. O líder Manaus-AM está só dois à frente. O Jacuipense é o vice-lanterna (9°) com 11 pontos. A três do oitavo Altos-PI e a três do último colocado Santa Cruz-PE.

QUASE FAVORITO

O Ferroviário chegou a figurar entre os primeiros colocados do Grupo, mas, depois do returno, ficou difícil vencer. Em cinco rodadas, time empatou as cinco e se afastou, apesar de estar vivo na briga.

A chance para voltar a vencer não poderia ser melhor. Em casa, no Elizir Cabral, contra o vice-lanterna, que só tem um triunfo, até o momento, há quase dois meses, no dia 26 de junho. Os problemas são dois, porém. O único derrotado pelo Jacuipense foi o Ferrão e a equipe baiana “gosta” de empatar.

O Jacupa é líder de empates entre todos os 20 clubes com oito em 13 partidas. A distância na tabela, talvez, não seja o parâmetro para o duelo e, sim, o “amor” pelo empate e último encontro.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

O treinador Francisco Diá tem dificuldade para encontrar a equipe ideal. A sequência ruim deixa claro. Ainda há dúvidas no Ferroviário sobre quem inicia a próxima partida, porém, devem ser pontuais.

Na zaga, Richardson disputa uma posição com Marcelo e Vitão; no meio Sousa Tibiri tende a perder a vaga para Dudu e, no ataque, Reinaldo pode aparecer no trio ofensivo ao lado de Adilson Bahia e Edson Cariús.

Jonilson Veloso está de volta e com reforços. Antes do retorno, Janeudo chegou, entrou em campo e deve começar no meio campo. Após, o Wilian Kaefer e o zagueiro Marlon que ainda ficam no banco de reservas.

No ataque, a dúvida continua. Jeremias não se firma entre os 11 iniciais, mas sempre entra no decorrer dos jogos. Bruninho é quem briga pela posição com Jeremias.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior