Fila do Bolsa Família deverá ter prioridade no Auxílio Brasil


O Governo Federal deverá começar os pagamentos do novo Bolsa Família a partir do próximo mês de novembro. E mesmo faltando um certo tempo para o início dos repasses, muita gente quer saber quem é que vai poder entrar no projeto social. Oficialmente, o Palácio do Planalto ainda não explicou esse assunto direito.

Na última segunda-feira (9), o próprio Presidente Jair Bolsonaro foi até o Congresso Nacional para entregar a Medida Provisória (MP) que libera os pagamentos do benefício. Ele, aliás, assinou na terça-feira (10) o texto no Diário Oficial da União (DOU). No entanto, ainda não dá para saber quem são as pessoas que irão entrar no novo projeto.

De qualquer forma, informações de bastidores dão conta de que há uma prioridade para um determinado grupo de cidadãos. Estamos falando dos brasileiros que estão na chamada lista de espera do Bolsa Família. São indivíduos que passaram pela aprovação nas suas contas, mas que por algum motivo não estão no projeto ainda.

De acordo com o próprio Ministério da Cidadania, cerca de 2 milhões de pessoas estão nesta situação. Uma parte desses indivíduos está neste momento recebendo as parcelas do Auxílio Emergencial. No entanto, estima-se que cerca de 600 mil brasileiros que estão nesta fila não estão recebendo nenhum tipo de benefício do Governo Federal.

Por estarem nesta situação, é possível acreditar que essas pessoas irão ter mesmo uma prioridade na entrada do novo programa em questão. Isso porque se entende que esses brasileiros passaram pela aprovação antes mesmo da chegada do projeto novo. Então eles provaram que realmente estão precisando da ajuda.

Mais 2 milhões

Como dito, o Governo Federal ainda não bateu o martelo sobre a quantidade de pessoas que irão entrar no benefício novo a partir de novembro. No entanto, o próprio Ministro da Cidadania, João Roma, está falando em 2 milhões de novos beneficiários.

Você Pode Gostar Também:

Se essa informação se confirmar, e a prioridade dos cidadãos que estão na fila do programa acontecer, então fica claro que a conta fecha com essas pessoas. E aí não sobraria espaço para colocar mais ninguém neste benefício.

Esta seria portanto uma péssima notícia para os brasileiros que não estão recebendo nenhuma ajuda do Governo e que não estão na fila de espera do Bolsa Família. É que por essa lógica, elas não entrariam no programa novo.

Auxílio sem dados

No entanto, vale sempre lembrar que esses números ainda não são oficiais. De acordo com membros do próprio Palácio do Planalto, a tendência é que eles detalhem essas informações a partir do final do próximo mês de setembro.

Até aqui o que se sabe mesmo é que o projeto vai ficar maior. Ele vai crescer tanto em número de usuários como em valores de pagamentos médios. Só falta saber, no entanto, quais serão os tamanhos dessas elevações.

Enquanto o novo Bolsa Família não chega, o Governo Federal está seguindo com os pagamentos do Auxílio Emergencial. Nesta semana, por exemplo, eles estão fazendo a liberação dos saques da quarta parcela do benefício para os informais.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos