Floresta-CE x Manaus-AM – Sábado de consagração ou primeira decepção do Evaristo Piza?


Itaitinga, CE, 13 (AFI) – O sábado pode ser um grande dia para Evaristo Piza. O Manaus-AM visita o Floresta-CE, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro Série C, na Cidade Vozão. O Gavião só venceu sob o comando do novo treinador e o adversário não parece ser o time que vai acabar com a sequência.

O Floresta é o primeiro fora da zona de rebaixamento, em oitavo, e soma 11 pontos no Grupo A. Apenas um acima do Jacuipense-BA, na nona colocação. O Manaus é o segundo com 17, a dois do líder Botafogo-PB. A equipe, porém, está empatada em pontos com Tombense-MG, Volta Redonda-RJ e Ferrovíario-CE e sai na frente pelo saldo de gols.

CONSAGRAÇÃO DE PIZA?

Antes de Evaristo Piza, o Manaus não vencia há quatro rodadas. Marcelo Martelotte foi demitido e o treinador assumiu o cargo. A estreia foi contra o lanterna (10°) Santa Cruz. O Gavião reencontrou o caminho dos triunfos ao ganhar por 2 a 1.

O segundo compromisso também não foi fácil. Enfrentou o Volta Redonda, que era o terceiro colocado, na Arena da Amazônia e saiu com a vitória por 1 a 0. No turno inicial, os fluminenses golearam por 5 a 0.

Os resultados já empolgaram o Manaus, que é o vice-líder do Grupo. O adversário Floresta tem três empates e duas derrotas nos últimos cinco jogos. Hora de Evaristo Piza se consagrar, de vez.

PROVÁVEIS ESCALAÇÕES

O treinador Leston Júnior tem boas notícias para montar a equipe. O lateral-esquerdo Fábio Alves e o meio-campista Marconi cumpriram suspensão na última rodada, contra o Santa Cruz e estão à disposição.

Ambos devem recuperar a posição nas vagas de Edimar e Daniel, respectivamente. Carlos Renato foi deslocado para a lateral-esquerda, na derrota, e retorna ao meio campo. Elielton, que começou no banco, pode voltar ao time titular também no lugar de Dione.

Evaristo Piza não tem desfalque entre os 11 iniciais, mas deixou de relacionar alguns jogadores, como Douglas Lima – entrou no último jogo e está suspenso por acúmulo de cartões amarelos – e Phillip, que ainda não recebeu oportunidade com o novo treinador.

O Manaus, por isso, deve manter a escalação desde a chegada do comandante e responsável por duas vitórias em duas partidas. Gleibsson fez grande atuação e mantém a titularidade embaixo das traves no lugar de Renan Rocha, ainda em recuperação.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior