Grêmio e Felipão tentam reconciliação com atacante que teve saída frustrada


Porto Alegre, RS, 10 (AFI) – Após as polêmicas nos últimos dias envolvendo o Grêmio e o atacante Ferreira, Felipão diz que situação está resolvida e elogia o jogador. O atacante chegou a faltar de treinos e teve uma saída frustrada do clube.

O vice de futebol Marcos Hermann também fez questão de ressaltar que está tudo certo.

VAI VOLTAR

O atacante está no departamento médico e voltará ao time de Felipão assim que se recuperar.

“Voltamos a dialogar, conversamos duas ou três vezes. Está fazendo seu trabalho de recuperação física. Ainda vai, no mínimo, uns 10 dias de recuperação. Depois tem a transição, tudo bem planejado. Ele sabe que é importante, que gostamos da forma que ele joga. Queremos que exista entre nós uma relação de amizade, de cumplicidade. Que todos saibamos o que eu quero, o que ele quer. Como deve ser feito. Com essa relação fortificada, melhora o nosso ambiente. O Grêmio tem portas abertas. Ele vai trabalhar conosco com a vontade que sempre teve, mas com a disciplina que precisa ter. É um grande jogador, estamos felizes e satisfeitos. Agora é esperar o dia a dia pra ir ajeitando melhor em tudo que aconteceu”, comentou o técnico.

MELHORAR A RELAÇÃO

O vice de futebol disse que com a permanência, o principal objetivo é reconstruir uma boa relação com jogador e empresário.

Evidente que houve um desgaste na relação e precisa ser reconstruída. Acreditamos no futebol dele, acho que pode dar uma grande contribuição. Ele precisa mostrar isso, que está com o Grêmio no coração e na cabeça, e as coisas vão se encaminhando. Mas não dá para ficar remoendo o passado. Precisamos superar as coisas e olhar para os interesses do Grêmio, não pessoais de jogador ou dirigente. O interesse do Grêmio e montar as coisas com esse horizonte.

PRÓXIMA PARTIDA

O Imortal volta à campo no sábado, às 21h, contra o São Paulo, non Morumbi.

GRÊMIO: Felipão vê partida razoável na vitoria contra a Chape, analisa estreia de Borja e cita retomada com cautela no Brasileiro


Fonte: Futebol Interior