29.6 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Ludismo: o movimento dos quebra-máquinas


Ludismo: tudo o que você precisa saber

O termo “ludismo” se refere a um movimento que ocorreu na Inglaterra a partir da segunda metade do século XVIII, após o advento da Primeira Revolução Industrial.

O assunto é amplamente abordado pelas mais variadas questões de história geral de todo o país, com um destaque para os vestibulares e a prova do ENEM. 

Dessa maneira, para que você se prepare de maneira adequada, o artigo de hoje trouxe um resumo completo sobre o movimento.

Ludismo: introdução

O ludismo, também conhecido como “movimento dos quebra-máquinas”, foi um movimento que surgiu após a Primeira Revolução Industrial, na segunda metade do século XVIII. 

O movimento ainda perduraria por muitos anos, entrando em declínio somente a partir do ano de 1815.

Ludismo: origem do nome 

O movimento foi denominado de “ludismo” devido ao sobrenome de Ned Ludd, um trabalhador inglês que foi o pioneiro na revolta contra a mecanização do trabalho na Inglaterra. 

Você Pode Gostar Também:

Ludismo: contexto histórico

O ludismo deve ser compreendido ao lado de seu contexto histórico. Na segunda metade do século XVIII, a Primeira Revolução Industrial gerou consequências diretas nas relações de trabalho e na forma com a qual o trabalho seria realizado pelos operários a partir daquele momento. 

Como sabemos, a revolução foi caracterizada pela criação de fábricas e de máquinas inovadoras, responsáveis por transformar o modo de produção inglês. 

Porém, as máquinas e as indústrias provocaram a desvalorização dos trabalhadores. Isso porque, para que uma determinada peça fosse produzida, não era mais necessário que um artesão especializado naquele tipo de trabalho cobrasse um valor alto pela sua mão de obra: uma única máquina poderia produzir centenas de peças pela metade do preço. 

Ainda, as máquinas poderiam ser operadas por qualquer tipo de pessoa, ao contrário do que acontecia com o artesanato, forma de trabalho em que a mão-de-obra é especializada. 

Esses dois fatores provocaram uma enorme desvalorização do trabalhador inglês. A partir daquele momento, os operários passaram a trabalhar muito mais para receber muito menos, provocando revoltas. 

Ludismo: ações

Assim, as ações dos membros do ludismo, que entravam em fábrica e quebravam as máquinas, tinham como objetivo protestar contra a desvalorização do trabalhador, as péssimas condições de trabalho, os baixos salários e a alta taxa de desemprego: problemas que, segundo os revoltosos, haviam sido provocados pelas máquinas.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos