Mais um estado anuncia prorrogação do seu Auxílio Emergencial


O Governo do estado do Espírito Santo anunciou oficialmente a prorrogação do seu Auxílio Emergencial estadual. De acordo com as informações oficiais, o anúncio aconteceu ainda nesta quarta-feira (12), O próprio Governador Renato Casagrande (PSB) confirmou essa situação e deu mais detalhes sobre o adiamento do fim do projeto.

De acordo com Casagrande, o projeto em questão vai ter mais três meses de duração. A ideia inicial do Governo local era pagar esse benefício entre os meses de maio e julho. No entanto, a pandemia do novo coronavírus não deu sinais de que iria melhoras. Por isso, as autoridades locais acharam por melhor prorrogar o texto.

Segundo as informações oficiais, o programa em questão paga uma mensalidade de R$ 200 para pessoas em situação de vulnerabilidade. De acordo com o Governo do estado, cerca de 87 mil famílias recebem esse dinheiro. Elas receberam um cartão magnético que se carrega a cada mês para a compra exclusiva de itens essenciais.

O Governador Casagrande disse que enviou o projeto de prorrogação para a Assembleia Legislativa. A julgar pelo clima entre os deputados e tomando como base algumas informações de bastidores, é fato dizer que esse pedido vai passar sem mais problemas pela aprovação dos parlamentares.

Caso essa prorrogação de confirme, então o Auxílio local do Espírito Santo deverá seguir mais ou menos o caminho do programa do Governo Federal. É que de acordo com o Palácio do Planalto, esse projeto deverá seguir até pelo menos o próximo mês de outubro. Pelo menos esse é o plano atual.

Pressão por prorrogação

Com essa decisão do Governador do Espírito Santo, mais um estado a anuncia a prorrogação do seu Auxílio Emergencial estadual. Hoje, muitos governos estaduais estão sendo pressionados a fazer esse anúncio.

Você Pode Gostar Também:

Acontece que no início deste ano, vários estados anunciaram a criação dos seus auxílio. Só que na grande maioria dos casos, esses pagamentos estavam previstos para acontecerem em algumas parcelas.

Agora, com o passar do meses, muitos desses benefícios estão chegando ao fim. E como a pandemia do novo coronavírus ainda não chegou ao fim, vários trabalhadores estão pressionando os seus governadores para anunciarem as suas.

Auxílio do Governo Federal

O Governo Federal anunciou a prorrogação do seu recentemente. No caso do projeto do Palácio do Planalto, a ideia inicial era fazer pagamentos até o último mês de julho. Com o avanço da pandemia, no entanto, isso mudou.

Agora, de acordo com o Ministério da Cidadania, o projeto em questão vai seguir fazendo pagamentos por mais três meses. As regras para seguir no benefício seguem as mesmas até o próximo mês de outubro.

Segundo informações oficiais, o Auxílio Emergencial do Governo Federal está pagando parcelas que variam entre R$ 150 e R$ 375 a depender do grupo social. Neste momento, cerca de 37 milhões de brasileiros estão usando esse dinheiro.

Essas regras não devem mudar. Pelo menos essa é a ideia do Governo. Então as pessoas seguirão recebendo os mesmos valores. Isso vai acontecer independente da pressão popular. Foi o que o que eles disseram.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos