Martinho da Vila é questionado sobre milícias no programa ‘Roda Viva’ e internet reage


O nome da jornalista Vera Magalhães e do cantor Martinho da Vila repercutiram no Twitter na madrugada desta terça-feira (17). A situação aconteceu após a participação do artista no programa ‘Roda Viva’, da TV Cultura. Durante a entrevista, Vera pediu a opinião de Martinho sobre uma suposta relação entre as escolas de samba e as milícias.

Constrangido, o cantor respondeu: “O jogo do bicho foi inventado em Vila Isabel, mas não tenho notícia da milícia dirigindo uma escola de samba”. A jornalista então insistiu na problemática e citou uam suposta ligação entre o miliciano Adriano da Nóbrega, morto em fevereiro de 2020, com a Vila Isabel. Martinho da Vila declarou novamente que não tinha conhecimento sobre o assunto.

Após o programa, vera Magalhães publicou em seu Twitter que o cantor teria fugido da pergunta: “Martinho da Vila desconversou quando questionei sobre a infiltração mais recente das escolas de samba do Rio pelas milícias. Isso é um tema tabu que os sambistas têm de enfrentar”.

Tunico, filho do cantor respondeu a jornalista e afirmou que o pai não fugiu do assunto. “Não desconversou… ele só não quis conversar porque realmente é um assunto desnecessário e desrespeitoso com. Só isso. Nada demais”, escreveu. Vera ainda respondeu o tweet afirmando que não viu desrespeito algum na pergunta feita.

“Com todo respeito Vera, respeite a história de meu pai. Porque ele simplesmente semeia no Brasil nossa Africanidade. Ele não semeia ódio, milícias e assassinatos como de Marielle. Ele é Martinho da Vila, respeite a história dele”, finalizou o filho do sambista.

O desentendimento repercutiu nas redes sociais e os admiradores do cantor destacaram suas opiniões sobre o assunto. Confira algumas delas:





Fonte: iBahia