Metade dos clubes do Brasileirão trocou de treinador. Confira!


Campinas, SP, 31 (AFI) – Faltando uma rodada para o fim do primeiro turno do Campeonato Brasileiro, o Portal Futebol Interior traz para você, internauta, um balanço de todas as trocas de treinadores que aconteceram até aqui.

Dez clubes fizeram mudanças. Desses, o único que briga pelo título é o Flamengo, que apostou em Renato Gaúcho depois de demitir Rogério Ceni. Com exceção de Ceará e Internacional, além do Fla, os demais lutam contra o rebaixamento.

É bom destacar que, a partir dessa temporada, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) colocou limite para a troca de treinadores. Ou seja, cada clube pode demitir apenas um profissional durante o campeonato.

CONFIRA O VAI E VEM DE TREINADORES NO BRASILEIRÃO

América-MG – Lisca depois Vagner Mancini
Bahia – Dado Cavalcanti depois Diego Dabove
Ceará – Guto Ferreira depois Tiago Nunes
Chapecoense – Jair Ventura depois Pintado
Cuiabá – Alberto Valentim depois Jorginho
Flamengo – Rogério Ceni depois Renato Gaúcho
Fluminense – Roger Machado depois Marcão
Grêmio – Tiago Nunes depois Luiz Felipe Scolari
Internacional – Miguel Ángel Ramírez depois Diego Aguirre
Sport – Umberto Louzer depois Gustavo Florentín

CLUBES QUE NÃO TROCARAM DE TREINADORES

Athletico-PR – António Oliveira
Atlético-MG – Cuca
Atlético-GO – Eduardo Barroca
Corinthians – Sylvinho
Fortaleza – Juan Pablo Vojvoda
Juventude – Marquinhos Santos
Palmeiras – Abel Ferreira
Red Bull Bragantino – Maurício Barbieri
Santos – Fernando Diniz
São Paulo – Hernán Crespo

Confira também:





Fonte: Futebol Interior