Música pop negra é o tema do primeiro livro do jornalista Marcelo Argôlo



O jornalista e pesquisador musical Marcelo Argôlo lança o primeiro livro no próximo sábado (28). ‘Pop Negro SSA: cenas musicais, cultura pop e Negritude’ discute os conceitos de cenas musicais, cultura pop e negritude, além de trazer entrevistas com bandas e artistas da cidade.

“Trago algumas reflexões que venho desenvolvendo desde 2019 no Mestrado em Comunicação na UFRB sobre a atual geração de bandas e artistas de Salvador. Tenho a minha interpretação sobre o que está sendo discutido ali e publicar essas entrevistas permite que outros entendimentos e novas pesquisas possam surgir. Essa, pra mim, é a grande contribuição dessa publicação”, defende o autor.

Em formato e-book, o livro conta com download gratuito através deste site. Porém, vale destacar que o pré-cadastro para recebimento do arquivo por e-mail já está disponível na plataforma. 

Sobre o livro
O livro parte dos conceitos para propor um entendimento sobre a nova geração de bandas e artistas baianas. A forma de ocupar os espaços urbanos, a íntima relação com as redes sociais e a defesa da pauta do antirracismo são as principais características que levam a essa conclusão.

A obra está dividida em duas partes: na primeira, o autor apresenta os conceitos que fundamentam o trabalho; na segunda traz entrevistas nas quais confronta suas observações e entendimentos.

Artistas como Roberto Barreto, guitarrista do BaianaSystem; a cantora, compositora e produtora musical Larissa Luz; a cantora e compositora Luedji Luna; José Macedo, cantor do Afrocidade; e a banda ÀTTØØXXÁ, integram o projeto. Todas as conversas foram realizadas via videoconferência em respeito às medidas de isolamento social.

O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.





Fonte: iBahia