20.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

NOVO abono extra de R$2 mil pode ser pago para os segurados do INSS


A proposta da criação de um abono extra no valor de R$ 2 mil para os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) voltou a ser discutida. Atualmente, a SUG nº 15, de 2020, está em trâmite na Comissão de Direitos Humanos (CDH).

O abono extra tem o intuito de amparar os segurados do INSS, bem como os cidadãos que recebem o Benefício de Prestação Continuada (BPC). Para isso, basta o beneficiário apresentar uma renda bruta mensal de até três salário mínimo, R$ 3.300.

A sugestão foi direcionada ao senador Paulo Paim, que passou a ser o relator do texto no Senado Federal, onde se encontra estagnado. Considerando que há mais um ano o documento aguarda pela apreciação, a expectativa quanto a viabilidade da medida é quase nula.

Embora a SUG não tenha um grande engajamento, pode ser transformada em um Projeto de Lei (PL). Qualquer entidade civil como uma Organização Não Governamental (ONG), sindicatos, associações, entre outras instituições podem apresentar propostas através da Comissão de Legislação Participativa (CLP).

No entanto, o INSS já possui outras responsabilidades para com os seus segurados, como atender o calendário de pagamentos dos benefícios mensais, contemplar novos grupos, entre outras ações. Entre os benefícios concedidos pelo Instituto estão:

  • Aposentadoria INSS especial;
  • Abono anual ou décimo terceiro salário;
  • Aposentadoria INSS por idade;
  • Auxílio doença INSS;
  • Aposentadoria por tempo de contribuição atingido;
  • Aposentadoria INSS por invalidez;
  • Auxílio Reclusão INSS;
  • Benefício assistencial ao idoso e ao deficiente (LOAS);
  • Auxílio acidente INSS;
  • Pensão INSS por morte;
  • Reabilitação profissional;
  • Salário-maternidade do INSS;
  • Salário-família do INSS.

Os cidadãos que recebem benefícios previdenciários e assistenciais do INSS, podem receber mensalmente uma quantia que varia de R$ 1.100 a R$ 6.433,57, com a possibilidade de ultrapassar o limite a depender da situação.

Você Pode Gostar Também:

Devido a isto, o órgão possui dois calendários distintos, um referente aos pagamentos iguais a um salário mínimo, e outro para aqueles que recebem mais que o piso nacional. Confira o calendário de pagamentos do INSS para 2021 a seguir.

Calendário de pagamentos do INSS para 2021

Benefícios equivalente a um salário mínimo:

Final jul/21 ago/21 set/21 out/21 nov/21 dez/21
1 26/jul 25/ago 24/set 25/out 24/nov 23/dez
2 27/jul 26/ago 27/set 26/out 25/nov 27/dez
3 28/jul 27/ago 28/set 27/out 26/nov 28/dez
4 29/jul 30/ago 29/set 28/out 29/nov 29/dez
5 30/jul 31/ago 30/set 29/out 30/nov 30/dez
6 02/ago 01/set 01/out 01/nov 01/dez 03/jan
7 03/ago 02/set 04/out 03/nov 02/dez 04/jan
8 04/ago 03/set 05/out 04/nov 03/dez 05/jan
9 05/ago 06/set 06/out 05/nov 06/dez 06/jan
0 06/ago 08/set 07/out 08/nov 07/dez 07/jan

 

Benefícios superiores a um piso nacional:

Final jul/21 ago/21 set/21 out/21 nov/21 dez/21
1 e 6 02/ago 01/set 01/out 01/nov 01/dez 03/jan
2 e 7 03/ago 02/set 04/out 03/nov 02/dez 04/jan
3 e 8 04/ago 03/set 05/out 04/nov 03/dez 05/jan
4 e 9 05/ago 06/set 06/out 05/nov 06/dez 06/jan
5 e 0 06/ago 08/set 07/out 08/nov 07/dez 07/jan

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos