Polícia prende dona da clínica onde o ator Sérgio Hondjakoff estava em cárcere privado


A dona da clínica onde o ator Sérgio Hondjakoff estava internado foi presa nesta quarta-feira (18). Danielle do Amaral Calino é a responsável pela clínica de reabilitação ‘Resulta’, que mantinha Sérgio e mais 42 pacientes em cárcere privado no interior de São Paulo. As informações são do G1.

Os crimes cometidos na clínica foram descobertos no dia 5 de agosto, em um mandado de busca e apreensão. Na ocasião, o ator Sérgio Hondjakoff foi identificado como um dos pacientes mantidos em cárcere. O artista é conhecido por ter interpretado o personagem Cabeção na novela ‘Malhação’.

Em um primeiro momento, o artista negou o ocorrido, mas logo admitiu a história e pediu desculpas para os fãs. “Menti para proteger o meu filho”, explicou.

Na clínica comandada por Danielle do Amaral, os internos eram mantidos presos em seus quartos e tinham contato limitado com a família. Além disso, eles precisaram pagar uma taxa extra para receber a vacina contra a covid-19.

Outra informação descoberta pela polícia diz respeito a alimentação dos pacientes, que era composta principalmente por salsicha e hambúguer. As mensalidades pagas pelas famílias eram de R$ 800 a R$ 1,2 mil. 

Depoimento de Sérgio Hondjakoff

De acordo com o G1, que teve acesso ao depoimento do ator, Sérgio estava internado na clínica desde abril deste ano. Ele ajudava a cuidar dos internos com deficiências mentais que não tinham acesso a acompanhamento médico.

O ator também relatou que não foi alvo de agressões, mas que presenciou pessoas sendo ameaçadas na clínica. A sua família pagava a mensalidade de R$ 1,2 mil para ele receber o tratamento na clínica. 

A dona da ‘Resulta’, Danielle do Amaral Calino, foi encaminhada à Penitenciária Feminina II de Tremembé (SP), mas pede para ser mantida em prisão domiciliar. Ela alegou ser mãe e estar amamentando.





Fonte: iBahia