Santa Cruz-PE 2 x 1 Volta Redonda-RJ – Cobra Coral vence, respira e complica Voltaço na briga pelo G4 da Série C


Recife, PE, 30 (AFI) – Apenas uma partida fechou as disputas da 14ª rodada da primeira fase do Campeonato Brasileiro da Série C na noite desta segunda-feira (30). Jogando no Estádio do Arruda, no Recife (PE), o Santa Cruz-PE fez jus ao fator casa para seguir reagindo dentro do Grupo A ao vencer o Volta Redonda-RJ, por 2 a 1. Pipico e Breno Calixto fizeram para o time pernambucano, enquanto Pedrinho balançou as redes para o adversário.

Com o resultado, o Santa Cruz segue na lanterna, mas engatou o quarto jogo sem derrota e chegou aos 11 pontos ganhos, vendo a diferença para os seus adversários diretos diminuírem. O Altos-PI, primeiro time fora do Z2, tem 15. Já o Volta Redonda-RJ se complicou na briga pelo G4 ao seguir estacionado com 19 pontos, agora na sexta colocação. O Paysandu, quarto colocado, tem 21.

PRIMEIRO TEMPO
O Santa Cruz tomou conta do jogo no primeiro tempo e conseguiu transformar o domínio em bola na rede para levar a vantagem para o intervalo. O gol do time da casa saiu logo aos dez minutos com Pipico, que aproveitou uma falha da defesa adversária para abrir a contagem no Arruda.

A equipe pernambucana ainda teve chances de ampliar com Wallace Pernambucano e, principalmente, com Jailson. O camisa 11 coral ficou no quase em duas oportunidades. Na primeira, o travessão impediu o gol e, na segunda, Vinícius fez grande defesa para salvar o Volta Redonda.

SEGUNDO TEMPO
Depois do intervalo, o jogo ganhou em equilíbrio. Orlando Júnior, aos cinco, tentou para o Voltaço. Enquanto, o Santa Cruz respondeu com Breno Calixto. Na sequência, Pedrinho, aos 25, arriscou mais uma para o Esquadrão de Aço, mas mandou para fora. Dois minutos depois, o atacante aurinegro tentou de novo e dessa vez acertou o canto da meta adversária para deixar tudo igual: 1 a 1.

Mas o empate não durou dez minutos. Querendo retomar a vantagem, o time da casa foi para cima. E, aos 35, após cobrança de escanteio, Breno Calixto foi no segundo andar e testou firme para o fundo das redes: 2 a 1. Nos minutos finais do duelo, cada equipe ainda teve mais uma chance. Jailson chegou para o Coral e Pedrinho quase marcou o segundo para o Volta Redonda, mas não conseguiu evitar a derrota.


Fonte: Futebol Interior