21.1 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Seca no Nordeste: um resumo sobre o problema


Seca no Nordeste: aquilo que você precisa saber

A região nordestina é conhecida por diversos aspectos. Um deles está relacionado ao acontecimento de diversas secas no local.

O tema é abordado por diversas questões de geografia e atualidades dentro das principais provas do país, com um destaque para a prova do ENEM.

Seca no Nordeste: introdução

O sertão da região Nordeste do país apresenta as menores incidências de chuvas de todo o Brasil, o que explica parte do acontecimento de secas que acontece no local.

A região norte do estado de Minas Gerais sofre com o mesmo problema. Isso faz com que esse estado e o Nordeste integrem o denominado “polígono das secas”, que foi assim chamado e reconhecido pela Lei 175/36 em ocasião das diversas crises em função da seca que ocorrem nesses lugares.

Seca no Nordeste: causas

Entre as causas da seca na região Nordeste, podemos citar o fato de as chuvas serem muito escassas no local: chuvas em abundância ocorrem no máximo em dois meses do ano. Para agravar mais a situação, o sertão nordestino possui clima semiárido, caracterizado por temperaturas muito elevadas e poucas precipitações.

Você Pode Gostar Também:

Ainda, podemos destacar também o desmatamento da Zona da Mata. Com a perda da vegetação, as temperaturas locais aumentam e, com elas, as secas.

Por fim, devemos ressaltar também que o fenômeno climático denominado de El Niño, responsável por aquecer as águas do Oceano Pacifico, colabora para o aumento da temperatura da região e da ocorrência de secas.

Seca no Nordeste: consequências

As secas afetam com maior impacto a população menos abastada e os animais. A perda das plantações devido à falta de chuvas e a erosão dos solos provoca miséria e fome nas regiões mais afetadas pelo fenômeno.

Seca no Nordeste: medidas para resolução

Os governos locais da região e o governo federal procuram realizar algumas ações para aliviar as consequências provocadas pela seca na região Nordeste. Dentre elas, podemos citar: a criação de cisternas do tipo doméstica, o uso de energia solar, criação de barragens subterrâneas, o bolsa estiagem, a bolsa família e os caminhões-pipa. A transposição do rio São Francisco, projeto iniciado no ano de 2005, também foi pensado com o objetivo de resolver o problema.

Porém, essas ações e projetos só amenizam parte do problema: muitos indivíduos continuam sofrendo com as consequências da seca.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Fonte: Notícias Concursos