Seleção FI da 15ª rodada do Brasileirão com ‘paredão’ santista e destaques do Colorado no Maracanã


Campinas, SP, 09 (AFI) – A 15ª rodada do Campeonato Brasileiro teve seu encerramento nesta segunda-feira com a vitória do Grêmio sobre a Chapecoense. Contudo, no final de semana a bola rolou por outros jogos, com muita bola na rede e a troca de líderes, já que o Palmeiras perdeu e o Atlético-MG venceu.

Como de costume, a Seleção da Rodada do Portal Futebol Interior está definida com os destaques da rodada.

O sistema defensivo tem como destaque os zagueiros Marcelo Benevenuto (Fortaleza) e Nathan Silva (Atlético-MG), ambos que marcaram gols e ajudaram seus times a somar os três pontos. No meio, Patrick (Internacional) e Pepê (Cuiabá) são as ‘cabeças pensantes’, enquanto no ataque estão os goleadores Pablo (São Paulo), Yuri Alberto (Internacional) e Ademir (América-MG).

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 15ª RODADA:

Goleiro: João Paulo (Santos)
O Santos esteve longe de apresentar um bom futebol, a sorte é que contou com uma tarde inspirada do goleiro João Paulo, que fez pelo menos três grandes defesas no clássico contra o Corinthians, na Vila Belmiro. O jovem goleiro tem sido muito regular e é um dos destaques do Peixe na temporada.

João Paulo foi o melhor do Santos no empate sem gols contra o Corinthians na Vila Belmiro

Lateral-direito: Nino Paraíba (Bahia)
Mantém a sua conhecida força física e consegue co isso prolongar a sua carreira. Participou bem no empate por 1 a 1 com o Cuiabá, principalmente no primeiro tempo, quando de seus pés saíram as principais jogadas ofensivas do time, inclusive, o lance que redundou no gol de Rodriguinho.

Zagueiro: Marcelo Benevenuto (Fortaleza)
O Fortaleza conquistou uma excelente vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 2, em São Paulo. Numa partida bastante movimentada, o zagueiro Marcelo Benevenuto foi um dos destaques do Leão do Pici, marcando um belo gol de cabeça e ajudando na marcação para ‘frear’ o poderoso ataque palmeirense. Saiu de campo coroado com a heróica vitória que mantém o time dentro do G4.

Zagueiro: Nathan Silva (Atlético-MG)
Fez boa partida na vitória do Atlético Mineiro por 2 a 1 para cima do Juventude. Foi dele o gol que deu os três pontos e a liderança para o Galo, que ultrapassou o Palmeiras na tabela de classificação. Vem conquistando seu espaço com o técnico Cuca. 

Nathan Silva foi o héroi do Atlético-MG ao marcar o gol da vitória sobre o Juventude em Caxias do Sul

Lateral-esquerdo: Chico (Sport)
Formado na divisões de base do Leão da Ilha como zagueiro, mas forçado a jogar como lateral-esquerdo tem dado conta do recado. Sabe se posicionar em campo e ainda demonstra muita vitalidade para ajudar o ataque, a ponto de criar jogadas perigosas e até finalizar. Uma grata surpresa.

Volante: Fernando Sobral (Ceará)
Ceará e Atlético-GO fizeram um confronto bastante disputado no meio-campo, quando prevaleceu a forte marcação. Um dos melhores em campo, com ótimos desarmes, foi Fernando Sobral, peça importante e de confiança de Guto Ferreira no Vozão. Merece estar presente na Seleção FI.

Fernando Sobral foi o destaque do Ceará, apesar do empate sem gols com o Atlético-GO

Meia: Patrick (Internacional)
Ditou o ritmo do jogo e teve atuação destacada, assim como o seu companheiro de equipe Yuri Alberto. Foi bem defensivamente, e ainda apareceu forte no ataque, contribuindo com duas assistências. Vem ganhando confiança novamente, agora, nas mãos do técnico Diego Aguirre.

Meia: Pepê (Cuiabá)
Num jogo amarrado, teve ‘repentes’ que o destacou em campo. Inclusive marcou um belo gol, em jogada individual ao passar por dois adversários e chutar de fora da área. O empate com o Bahia, por 1 a 1, foi justo.

Atacante: Pablo (São Paulo)
A Lei do Ex foi implacável com o Athletico-PR no último sábado, quando o São Paulo venceu por 2 a 1, na Arena da Baixada. Os dois gols do Tricolor Paulista foram marcados por Pablo, que chegou ao Morumbi vindo do Furacão. Artilheiro do São Paulo na temporada, ele confirmou a boa fase com gol de pênalti e outro num cruzamento da esquerda. Foi o ‘dono do jogo’ em Curitiba.

Atacante: Yuri Alberto (Internacional)
Só não fez chover na vitória do Internacional por 4 a 0 para cima do Flamengo. O atacante fez gol de todos os jeitos, quebrou uma série negativa e recolocou o Colorado no Campeonato Brasileiro. O futebol apresentado lembrou muito o do ano passado, quando o clube brigou pelo título.

Yuri Alberto comemora um dos três gols que marcou sobre o Flamengo no Maracanã

Atacante: Ademir (América-MG)
No esquema armado pelo técnico Vagner Mancini – de jogar por uma bola – ele foi peça fundamental. Fez o gol da vitória, por 1 a 0, sobre o Fluminense e ainda teve as melhores chances do Coelho. Se desta vez a estratégia funcionou bem, em grande parte se deve ao atacante.

Técnico: Diego Aguirre (Internacional)
Muito contestado pela torcida colorada, o treinador Diego Aguirre armou um Internacional oportunista e letal diante do Flamengo e saiu de campo com a goleada por 4 a 0, em pleno Maracanã. O time gaúcho dominou a partida, sobretudo após a expulsão de Gabigol. Foi a primeira derrota de Renato Gaúcho no comando do Mengão, e justamente contra o Inter, seu ‘inimigo’ número 1.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior