Seleção FI da 18ª rodada do Brasileirão com Gabigol, trio de zagueiros e dirigida por ‘Renight’


Campinas, SP, 30 (AFI) – Dois jogos encerraram na noite desta segunda-feira a 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. Como de costuma, o PORTAL FUTEBOL INTERIOR selecionou os destaques para a SELEÇÃO DA RODADA. Nesta semana, o time foi definido no cauteloso 5-3-2, mas que conta com jogadores pra lá de ofensivos e goleadores.

A defesa começa com o jovem goleiro Keiller (Chapecoense), tendo como companheiros os laterais Heitor (Inter) e Fillipe Luís (Flamengo), além dos zagueiros João Victor (Corinthians), Lucas Kal (América-MG) e Luan (Palmeiras).

No meio-campo e ataque, os destaques ficam por conta do volante Yago Felipe (Fluminense), além dos atacantes Gabriel (Flamengo) e Fabrício Daniel (América-MG). Somente a dupla de ataque foi responsável por cinco gols – Gabigil marcou três na vitória do Flamengo sobre o Santos, na Vila Belmiro.

Por fim, o treinador da Seleção FI é Renato Gaúcho, com moral elevado no comando do Flamengo. Ele foi contratado para substituir Rogério Ceni e recolocou o time carioca no caminho do bom futebol e das goleadas. O rubro-negro está embalado e é favorito ao título em todos os campeonato que disputa, muito devido ao clima de união com o treinador.

Confira a seleção FI do Brasileirão da 18ª rodada

Goleiro: Keiller (Chapecoense)
Foi o diferencial no empate sem gols entre Chapecoense e Sport. Com uma equipe que ainda não venceu e vem tendo inúmeras dificuldades no Brasileirão, Keiller brilhou e fez, pelo menos, sete defesas importantes para assegurar mais um ponto para o time catarinense na competição.

Goleiro da Chapecoense foi muito bem e evitou mais uma derrota do time no Brasileirão

Lateral-direito: Heitor (Internacional)
Em um jogo muito equilibrado no último domingo, Heitor conseguiu se destacar no empate sem gols entre Internacional e Atlético Goianiense. O jogador caiu de paraquedas no time título com a lesão de Mercado, mas teve boa atuação e quase foi consagrado com um gol. A bola acertou a trave.

Zagueiro: João Victor (Corinthians)
Enfim o Corinthians conseguiu embalar dentro do Brasileirão ao chegar a terceira vitória seguida. Mesmo jogando fora de casa, o Timão visitou e venceu o Grêmio, por 1 a 0, com gol de Jô no segundo tempo. Porém foi a defesa que foi determinante para o bom resultado. Um dos destaques foi João Victor que foi bem nas antecipações e nos desarmes.

Zagueiro: Lucas Kal (América-MG)
Mesmo sendo zagueiro, Lucas Kal foi peça importante para a vitória do América-MG diante do Ceará por 2 a 0. Além de ter ido bem defensivamente, ele deu as duas assistências para os gols de Fabrício Daniel em suas idas ao ataque. No primeiro gol, fez um lançamento longo para o atacante e no segundo ajeitou de cabeça para deixar a bola livre para o centroavante.

Zagueiro: Luan (Palmeiras)
Luan enfim teve grande atuação com a camisa do Palmeiras. O jogador, que costuma ser muito criticado pela torcida, vem em uma boa regularidade e tem provado o motivo que detém da confiança do técnico Abel Ferreira. Fez um dos gols da vitória alviverde em cima do Athletico por 2 a 1.

Luan comemora seu gol com a camisa do Palmeiras sobre o Athletico-PR

Lateral-esquerdo: Filipe Luís (Flamengo)
Depois de um primeiro tempo bastante equilibrado, o Flamengo fez uma etapa final impecável e goleou o Santos, pelo placar de 4 a 0. Bem na defesa e no ataque, o lateral-esquerdo Filipe Luís ajudou na armação de jogadas e quando o duelo ainda estava empatado sem gols, fez uma intervenção providencial em lance que poderia ter resultado em gol para o Santos.

Volante: Yago Felipe (Fluminense)

Os gols do Fluminense foram marcados por Lucca e Bobadilla, mas o grande nome da vitória no confronto direto com o Bahia, por 2 a 0, foi Yago Felipe. Incansável, o volante estava em todo lugar do campo e não deixou os principais jogadores do adversário respirarem. Ainda conseguiu aparecer algumas vezes como elemento surpresa na área do Esquadrão.
Meia Guilherme Castilho (Juventude)
Foi um dos grandes destaques do Juventude no duelo contra o São Paulo. Se a partida não teve muita emoção e muitas chances de gol, foi na bola parada que ele fez a diferença. Do seus pés saíram o gol de empate do time gaúcho, marcado por Ricardo Bueno.
Meia: Ademir (América-MG)

O América-MG fez boa partida e venceu o Ceará, por 2 a 0, no Independência. O todo foi bem, liderado pelo ágil e técnico Ademir, que ajudou o setor ofensivo e criar e balançar as redes. Deixou o campo como um dos destaques do Coelho.
Atacante: Gabriel (Flamengo)
As críticas vindas das arquibancadas em seu retorno a Vila Belmiro parece que deram forças a Gabigol. Tanto que o atacante foi o maestro da vitória do Flamengo sobre o Santos, por 4 a 0. Além de ter feito três gols – hat trick – foi decisivo durante todo o duelo, infernizando a defesa adversária durante todo o momento.

Gabriel comemora um dos três gols contra seu ex-time no final de semana

Atacante: Fabrício Daniel (América-MG)
Depois de se destacar no Mirassol durante o Paulistão e o início da Série D, parece que o atacante Fabrício Daniel não está sentindo a pressão de disputar a elite do Brasileirão. Tanto que foi ele que marcou os dois gols da vitória do América-MG diante do Coelho, por 2 a 0.

Técnico: Renato Gaúcho (Flamengo)
O pai tá on! Quem segura o Flamengo de Renato Gaúcho? O Mengão goleou mais um e, desta vez, a vítima foi o Santos. O treinador está deixando seu elenco jogar como quer e o resultado vem sendo obtido com extrema facilidade. Com um elenco estrelado e de muita qualidade, Renato Gaúcho tem conseguindo arrancar o melhor de cada atletas, o que seus antecessores, sem contar Jorge Jesus, não fizeram.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior