28.9 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Seleção FI da Série B chega dominada por representantes de times que brigam pelo G4


Campinas, SP, 29 (AFI) – A 21ª rodada do Campeonato Brasileito da Série B teve quase uma semana de duração: começou na terça-feira e terminou apenas neste domingo. E ela foi bastante equilibrada, com quatro vitórias dos mandantes, três dos visitantes e três empates.

A briga pelo acesso continua acirrada e o G4 teve um novo integrante: o Botafogo entrou no lugar do Avaí depois de ter vencido o líder Coritiba, que viu o vice-líder Goiás encostar. O CRB aparece na terceira colocação.

No entanto, a diferença do Fogão para o Vasco da Gama, que está em décimo lugar, é de apenas três pontos. Entre eles estão Sampaio Corrêa, Náutico, Guarani, Avaí e Operário.

OS MELHORES
A Seleção do Futebol Interior da 21ª rodada chega dominada por jogadores que defendem esses clubes que disputam uma vaga no tão sonhado G4. As exceções são o zagueiro x, do Cruzeiro, o meia Arthur Rezende, do Vila Nova, e o atacante Victor Andrade, do Remo.

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 21ª RODADA

Goleiro: Diogo Silva (CRB)
Teve atuação destacada no empate sem gols diante do Cruzeiro. O goleiro fez excelentes defesas que fizeram com quem o placar não fosse alterado neste domingo, duas delas nos minutos finais da partida.

Lateral-direito: Apodi (Goiás)
Apodi é uma forte arma do Goiás pelo lado de campo. Apesar de jogar na lateral, costuma aparecer com frequência no setor ofensivo e geralmente é decisivo. Foi importantíssimo na vitória esmeraldina por 2 a 1 para cima do Confiança. Marcou um dos gols da equipe alviverde.

Zagueiro: Eduardo Brock (Cruzeiro)
Fez partida segura diante do CRB. O jogador foi o ponto alto do time celeste, vencendo todas as divididas por baixo e também por cima. Mostrou o motivo que o levou ser contratado para a Raposa na temporada.

Zagueiro: Leandro Castan (Vasco)
Ganhou todas as jogadas dos atacantes pontepretanos, seja por baixo, seja pelo alto. Uma verdadeira muralha. Se não fosse Leandro Castan, o Vasco com certeza teria dificuldades para conseguir um bom resultado sobre a Ponte Preta, que em vários momentos pressionou os donos da casa.

Lateral-esquerdo: Mascarenhas (Sampaio Corrêa)
Teve grande atuação no triunfo do Sampaio Corrêa por 2 a 0 para cima do CSA. Mascarenhas fez um pouco de tudo. Tomou conta do lado esquerdo, marcou e ainda fez jogadas de efeito pelo setor. Sem contar que foi o pivô da expulsão de Éverton Silva. Sobrou em campo.

Volante: Rodrigo Andrade (Guarani)
Voltou de lesão para tomar conta do meio de campo na vitória por 3 a 0 para cima do Operário na abertura da 21ª rodada. O jogador deu total segurança ao sistema defensivo bugrino e ainda ocupou a função de armador em alguns momentos. Deu assistência para o gol marcado pelo atacante Júlio César.

Volante: Caio Lopes (Vasco)
Foi um dos destaques da vitória cruzmaltina sobre a Ponte Preta, por 2 a 0, em São Januário. Mostrou muita vontade e não desistiu de nenhuma bola. Foi recompensado no segundo tempo com o seu primeiro gol como profissional. Caio Lopes arriscou de fora da área e contou com um desvio do zagueiro Cleylton.

Meia: Arthur Rezende (Vila Nova)
Foi o grande nome da vitória do Vila Nova por 1 a 0 para cima do Avaí. Foi o jogador mais perigoso do Tigre durante o primeiro tempo do duelo, quando criou boas oportunidades de gol. No entanto, foi deixar sua marca apenas no segundo tempo, reabilitando o clube dentro da Série B.

Meia: Jean Carlos (Náutico)
É o principal destaque do Timbu, bem como um dos melhores desta Série B. É criativo e de seus pés nascem muitos gols do time pernambucano. Assim aconteceu no empate por 1 a 1 com o Vitória, onde cobrou o escanteio na cabeça de Vinícius. Esta foi sua nona assistência na competição.

Meia: Chay (Botafogo)
Continua sendo o homem criativo do time carioca dentro da Série B. De seus pés saiu o passe para o gol de Rafael Navarro, que decretou a vitória importante em cima do Coritiba, mesmo atuando no Paraná.

Atacante: Ciel (Sampaio Corrêa)
Mais uma vez mostrou seu oportunismo ao marcar o primeiro gol da Bolívia Querida em cima do CSA. O placar foi completado por Pimentinha, o pé de coelho do time, que faz grande campanha na temporada, bem perto do G4.

Atacante: Victor Andrade (Remo)
Surgiu na base do Santos como o “novo Robinho”, mas acabou não vingando. No Remo, porém, Victor Andrade está reencontrando o seu futebol. No empate com o Brasil, em Pelotas, o atacante foi a principal arma do Leão. Tanto é que deu assistência para o gol de Lucas Tocantins com um cruzamento perfeito depois de deixar um adversário no chão.

Técnico: Enderson Moreira (Botafogo)
Tem feito um brilhante trabalho no Botafogo, que enfim vem sendo protagonista na Série B do Campeonato Brasileiro. Provou que a fase a boa ao ver seu time jogar bem e bater o líder Coritiba por 1 a 0, em pleno estádio Couto Pereira.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior