Série B: Dirigente do Náutico chama árbitro de “vagabundo, safado”


Recife, PE, 16 (AFI) – O executivo de futebol do Náutico, Ari Barros, corre o risco de receber uma punição pesada caso seja denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD).

Na súmula da derrota do Náutico para o Avaí, por 2 a 0, na Ressacada, no último sábado, o árbitro capixaba Dyorgines Jose Padovani de Andrade relatou as ofensivas de Ari Barros.

“Você é um vagabundo, deveria ter vergonha do que fez aqui, você é um safado, seu merda”, teria dito o executivo de futebol do Timbu.

Não é apenas Ari Barros que apareceu na súmula da partida. O árbitro também disse ter sido xingado pelo supervisor de futebol Bruno Ricardo Vieira de Melo.

“Seu vagabundo, que vergonha essa arbitragem que você fez, você vai aparecer em Recife, seu ladrão”, ameaçou o dirigente.

Com quatro derrotas seguidas, o Náutico despencou na tabela de classificação e aparece na sexta colocação, com 30 pontos. Nesta terça-feira, o time encara o Cruzeiro, nos Aflitos.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior