Série B: Em nota, Guarani repudia retorno da torcida no jogo entre Cruzeiro e Confiança; ANCF pede suspensão de duelo


Campinas, SP, 20 (AFI) – O retorno da torcida aos estádios deve geral muita polêmica daqui para frente, isso porque alguns estados já liberaram e outros ainda irão aguardar a maior parte da população se vacinar contra Covid-19 para só depois permitir a volta do público. Fato é que como Minas Gerais já liberou, o Cruzeiro confirmou a presença de público no duelo desta sexta-feira contra o Confiança-SE no Mineirão.

Porém essa decisão está incomodando demais alguns rivais do Cruzeiro na Série B. Esse é o caso do Guarani, que emitiu nota oficial nesta tarde, em que alega que o o Cruzeiro está tendo uma “vantagem ilícita”. Antes disso, o Botafogo-RJ já tinha se pronunciado contra esse privilégio no qual afirma que já um “desequilíbrio inaceitável”.

Ligado nessa situação, Associação Nacional de Clubes de Futebol (ANCF) enviou um oficio a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na qual pede a suspensão do duelo entre Cruzeiro e Confiança. No documento, a entidade afirma que todos os times, inclusive a Raposa, tinham acordado que todas as torcidas voltariam no mesmo momento.

CONFIRA A NOTA OFICIAL DIVULGADA PELO GUARANI:
O Guarani Futebol Clube repudia de forma veemente a atitude do Cruzeiro, baseada em uma liminar, de receber público na partida desta sexta-feira (20), contra o Confiança, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte.

A decisão representa uma falta de respeito com as demais instituições que disputam a Série B do Campeonato Brasileiro. Afinal foi combinado no Conselho Arbitral do torneio que nenhum clube jogaria com torcida enquanto não houvesse liberação para todos, evitando assim desequilíbrio técnico na competição. Trata-se de uma vantagem ilícita em todos os sentidos.

O Guarani Futebol Clube também manifesta total apoio à nota enviada pela Associação Nacional de Clubes de Futebol à Confederação Brasileira de Futebol em que pede que sejam ‘tomadas medidas necessárias para evitar que quaisquer jogo do campeonato contrarie decisões tomadas no congresso técnico’ e que, ’em nome do respeito aos 19 clubes que disputam o campeonato’, suspenda a realização da partida entre Cruzeiro e Confiança visando manutenção do equilíbrio técnico da competição.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior