Série B: Ex-São Paulo e Seleção não é mais dirigente do Avaí


Florianópolis, SC, 29 (AFI) – Durou oito meses a passagem de Marco Aurélio Cunha no Avaí. Apresentado em janeiro como executivo de futebol, o dirigente deixou o clube na última última sexta-feira.

A saída de Marco Aurélio Cunha pegou todo mundo de surpresa, mas a decisão foi tomada por questões familiares. Em sua despedida, o dirigente lembrou os feitos conquistados no período que esteve no clube.

“Anuncio minha saída com tristeza. Foram oito meses de convivência muito saudável. Gostaria de deixar meu agradecimento. Conquistamos o título Catariense e estamos envolvidos para o acesso, com condições de tê-lo.

Com o falecimento da minha mãe, tenho muitos compromissos familiares para resolver. Fica o meu carinho e torcida”, se despediu Marco Aurélio Cunha nas redes sociais.

SEGUNDA PASSAGEM!
Marco Aurélio Cunha havia trabalhado no Avaí como diretor de futebol no final da década, mas ficou conhecido mesmo pelo trabalho realizado no São Paulo. No Tricolor, o dirigente participou das conquistas da Libertadores e do Mundial de Clubes, ambos em 2005, e também do tricampeonato brasileiro (2006, 2007 e 2008).

O dirigente ainda passou por Coritiba, Santos e Figueirense. Antes de acertar com o Avaí, Marco Aurélio Cunha foi coordenador de seleções femininas da CBF.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior