21.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Série C: Altos-PI tem confronto difícil em busca de reencontro com as vitórias


Teresina, PI, 19 (AFI) – Já passou da hora para o Altos-PI voltar a vencer no Campeonato Brasileiro Série C. O problema, porém, é que enfrenta, na próxima rodada, o embalado Manaus-AM de Evaristo Piza. O treinador Paulinho Kobayashi, apesar do respeito ao adversário, acredita na equipe.

O Altos, que não conquista um triunfo há cinco partidas, está a mesma distância da zona de rebaixamento e do G4: quatro pontos. Na briga pela classificação, são quatro times com 18, enquanto na degola, o Jacuipense-BA tem dez.

TREINADOR DO PSG DESCONVERSA SOBRE SAÍDA DE CRAQUE

‘VAI SER UM BOM JOGO’

Assim como Paulinho Kobayashi, o treinador do Manaus chegou recentemente. As diferenças são os resultados. Evaristo Piza comandou o Gavião em três jogos e ainda não perdeu. Foram duas vitórias contra Santa Cruz-PE por 2 a 1 e Volta Redonda-RJ por 1 a 0, além do empate, na última rodada com o Floresta-CE em 1 a 1.

O Altos, desde a contratação de Kobayashi, entrou em campo duas vezes e conquistou dois pontos. Ficou na igualdade em 1 a 1 com o Ferroviário-CE e em 0 a 0 com o Tombense-MG. 

“Acredito que vai ser um bom jogo. Nós vamos jogar sabendo da necessidade do Manaus de se manter no G4 dentro de casa, mas vamos em busca de jogar nosso futebol. (O Manaus) é um time que joga muito bem, conheço alguns atletas que trabalharam comigo e eu respeito demais o adversário.”

“A equipe do Altos também é qualificada. Estou aqui há pouco mais de 15 dias e estamos propondo situações para os atletas entenderem. Eles melhoraram bastante e espero que a gente possa trazer pontos para casa para tentar sair da zona de desconforto, mas também buscar nossos objetivos. Estamos próximos da briga pelo G4.”

O TEMPO PASSOU, EIN

No primeiro turno, no Lindolfo Monteiro, rolou grandes emoções no duelo entre as equipes. Marcelo Vilar, pelo Altos, e Marcelo Martelotte, pelo Manaus, foram os treinadores e assistiram uma partidaça. O Altos foi para o intervalo com 2 a 0.

O Manaus, porém, buscou o resultado na segunda etapa e empatou o jogo aos 48 minutos. O Altos, descontente, marcou o terceiro e ficou à frente novamente no último lance, aos 51. Para Paulinho Kobayashi, as situações mudaram bastante para o novo encontro.

“É completamente diferente. O Manaus trocou de treinador e joga dentro da Arena, um campo favorável ao time. Além disso, está muito bem, na terceira colocação e chega de um resultado que poderia ter ganho.”

TARDE DE SÁBADO

A partida, válida pela 13ª rodada, será na Arena da Amazônia, neste sábado (21), às 17 horas.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior