Série D: Em nota, presidente do Fast Clube-AM nega invasão ao vestiário da arbitragem


Manaus, AM, 25 (AFI) – A diretoria do Fast Clube-AM se posicionou oficialmente após a assistente Anne Kesy Gomes de Sá relatar na súmula ofensas e invasão do presidente do clube, Denis Albuquerque, ao vestiário da arbitragem.

ELE NEGOU

O fato teria ocorrido logo após a derrota para o Penarol-AM por 2 a 1, no último domingo, pela Série D do Campeonato Brasileiro.

Na nota, o mandatário negou qualquer invasão ao local onde estava a arbitragem e voltou a destacar que a sua equipe foi prejudicada.

O revés para o Penarol deixou o Fast sem quaisquer chances de classificação à segunda fase da Série D.

CONFIRA A NOTA NA ÍNTEGRA:

O Presidente do Fast Clube Denis Albuquerque lamenta o ocorrido no último domingo (22), no final da partida entre Penarol x Fast Clube pela 12ª rodada do campeonato Brasileiro Série D 2021. Conforme relatado na sumula do jogo que o presidente Denis Albuquerque tentou invadir o vestiário da arbitragem no final da partida, sendo necessário o uso da força policial para conter o mesmo.

Em momento algum o presidente Denis Albuquerque tentou invadir o vestiário da arbitragem, os policias que estavam na porta do vestiário da arbitragem, foi devido terem acompanhado o deslocamento da equipe de arbitragem ao termino da partida do campo até o vestiário.

Mesmo com inconformado com o critério usado pela arbitragem que deixou de marcar um pênalti a favor do Fast Clube, em um lance igual ao pênalti marcado a favor da equipe do Penarol, em momento algum o presidente do Fast Clube Denis Albuquerque tentou invadir o vestiário da equipe de arbitragem.

ASCOM / FAST CLUBE

Confira também:





Fonte: Futebol Interior