Sociologia ENEM: pensamento de Émile Durkheim


Émile Durkheim: um resumo sobre o sociólogo

Émile Durkheim foi um pensador francês que contribui com a sociologia por meio da formulação de uma série de ideias e teorias. 

Questões sobre o pensamento de Durkheim são extremamente comuns, principalmente dentro da prova do ENEM. 

Assim, para que você alcance um bom desempenho no seu exame, o artigo de hoje trouxe um resumo com tudo o que você precisa saber sobre as teorias de Émile Durkheim. 

Quem foi Émile Durkheim?

Émile Durkheim nasceu no ano de 1858, na França, e morreu no ano de 1917. Como podemos observar, o sociólogo viveu em uma época conturbada, caracterizada por uma série de transformações.

Émile Durkheim: os fatos sociais

Influenciado pelo positivismo de Auguste Comte, as teorias sociológicas elaboradas por Émile Durkheim tem como objetivo o estudo dos fatos sociais. Segundo o pensador, um fato social seria tudo aquilo que poder ser consigo uma coisa e que, dessa maneira, existe nas sociedades humanas. Para explicar melhor a sua teoria, Durkheim afirma que o fato social pode ser tratado da mesma maneira como a Física estuda os corpos e os movimentos destes. 

Você Pode Gostar Também:

Por meio dessa última afirmação, percebemos a influência do positivismo sobre Durkheim, que procurava estudar a sociedade de maneira objetiva, assim como o faziam as ciências naturais com os seus respectivos objetos de estudo. 

Émile Durkheim: as características fundamentais 

Durkheim afirmou a existência de três características fundamentais que caracterizariam todos os fatos sociais, sem nenhuma exceção. São elas: 

  • Exterioridade: essa característica explica que o fato social é externo ao indivíduo, ou seja, acontece independentemente de sua própria vontade. 
  • Generalidade: essa característica foi apontada como pertencente ao fato social pois, segundo Durkheim, todos os fatos sociais ocorrem em todas as sociedades de seres humanos.
  • Coercitividade: essa característica explica que o fato social possui uma qualidade de coerção, ou seja, de imposição. Assim, todo fato social se impõe aos indivíduos, existindo antes mesmo do nascimento desses ou da chegada dos mesmos em uma sociedade. 

Émile Durkheim: os tipos de solidariedade

Durkheim elaborou, ainda, uma classificação para as sociedades humanas baseada na solidariedade. A solidariedade poderia ser dividida em duas categorias diferentes. 

A primeira delas é a solidariedade orgânica, comum entre as sociedades modernas. Nessas sociedades, o andamento do cotidiano é baseado na divisão do trabalho, o qual é usado como elemento de coesão social. 

A segunda categoria, por fim, é denominada de solidariedade mecânica, a qual é baseada nas tradições. Essa solidariedade caracteriza os grupos sociais mais tradicionais.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos