SP adia início das inscrições para Auxílio estadual de R$ 1 mil


O Governo do Estado de São Paulo decidiu adiar o início das inscrições para o seu Auxílio estadual de R$ 1 mil. De acordo com as informações oficiais, o programa deveria ter aberto esse processo ainda na última segunda-feira (30). No entanto, quem tentou acessar o site oficial do projeto acabou não encontrando nada.

Esse Auxílio em questão tem como objetivo atender estudantes da rede pública de ensino que estão em situação de vulnerabilidade social. A ideia, ainda de acordo com o Governo, é pagar uma bolsa em dinheiro para cada um deles. Em troca, eles precisam manter a frequência escolar e ainda participar de uma série de outras atividades pedagógicas.

De acordo com o Governo do estado de São Paulo, a ideia era começar as inscrições nesta segunda-feira (30) e deixar que elas ocorressem até o próximo dia 10 de setembro. Com a mudança, no entanto, a abertura vai acontecer na próxima quinta-feira (2). Agora, quem quiser se inscrever vai poder fazer isso até o próximo dia 13 de setembro.

As inscrições irão acontecer no site oficial do programa Bolsa do Povo. Trata-se portanto de um projeto maior que conta com uma série de ideias sociais menores para a população. Podemos citar aqui, por exemplo, o Vale-gás e o SP Acolhe. Os dois fazem parte desse mesmo guarda-chuva social maior.

Não está claro o motivo dessa mudança de planos em relação ao processo de inscrição para os estudantes. No entanto, o fato é que aconteceu. De acordo com o Governo do estado de São Paulo, todas as outras regras deste benefício seguem valendo. Incluindo as exigências para o público que vai receber o dinheiro em questão.

Quem recebe

De acordo com informações do Governo do estado de São Paulo, o auxílio em questão deve atingir aqueles alunos que estão em situação de vulnerabilidade. São aqueles que estão vivendo em condições de pobreza ou mesmo de extrema pobreza.

Você Pode Gostar Também:

Para receber o aluno precisa ter frequência escolar mínima de 80% por mês. Os estudantes da 3ª série do ensino médio terão que participar de atividades preparatórias para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM). Quem não fizer isso, perde o benefício.

Ainda de acordo com o Governo do estado de São Paulo, os cofres estaduais irão liberar algo em torno de R$ 400 milhões para os pagamentos deste programa. Sendo que R$ 100 milhões são para este ano e os outros R$ 300 milhões para o ano de 2022. As inscrições para o projeto irão acontecer no site oficial do Bolsa do Povo.

Auxílio estaduais

Recentemente, o Presidente Jair Bolsonaro disse que é contra o pagamentos de auxílios estaduais pelos governos estaduais. De acordo com ele, isso poderia acabar fazendo com que cidadãos acabassem se tornando pessoas dependentes do estado.

O fato, no entanto, é que o próprio Jair Bolsonaro está pagando o seu Auxílio Emergencial. Nesta semana, aliás, os repasses estão chegando na conclusão do quinto ciclo de pagamentos. O projeto existe desde 2020.

Aliás, recentemente o Governo do Presidente Jair Bolsonaro prorrogou esse Auxílio por mais três meses. E além disso, anunciou a reformulação do Bolsa Família. O programa, que deve entrar em cena a partir do próximo mês de novembro, deverá ter valores maiores e atender mais gente também.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos