Varizes: você sabia que o inverno é o período ideal para tratá-las? Entenda!



Em geral, é no verão que aumenta a preocupação com as varizes, principalmente na hora de expor as pernas com roupas mais curtas e leves, mas a melhor época para cuidar das veias aparentes e tortuosas é no inverno, quando as temperaturas estão mais amenas e as pernas podem ficar protegidas do sol. 

De acordo com a angiologista e cirurgiã vascular Maria Clara Sanjuan, a estação mais fria do ano é ideal para tratar varizes e vasinhos porque a maior parte dos tratamentos existentes demandam um período mínimo sem exposição solar. “Além disso, usar a meia de compressão elástica ajuda a acelerar a recuperação e otimizar os resultados em alguns casos. E no inverno, vestir a meia é mais prático e confortável”.

A especialista explica que os os avanços tecnológicos da medicina vascular permitem que a maioria dos tratamentos sejam feitos em consultório, de forma minimamente invasiva. “Para muitos tipos de varizes e vasinhos, os tratamentos mais indicados são laser transdérmico e escleroterapia com glicose. As técnicas costumam ser  associadas em um só procedimento, o CLACS, e o paciente já sai da sessão pronto para seguir o seu dia a dia normalmente, sem afetar sua rotina. No entanto, é importante evitar a exposição solar enquanto houver marcas do tratamento na pele, o que pode durar, em média, 7 dias, explica a angiologista.

Já para o tratamento de varizes maiores, quando há necessidade de tratamento cirúrgico para controlar as varizes, é importante que os pacientes evitem a exposição solar por um período maior, geralmente entre um e três meses. “O sol estimula a produção de melanina, pigmento que dá cor à pele, e propicia o surgimento de manchas aparentes na região tratada”.

Além disso, o tratamento a laser não é indicado para quem está com a pele bronzeada. “Uma pele bronzeada é uma pele inflamada e sensível aumentando a susceptibilidade a queimaduras durante o tratamento com laser. É por isso que peles bronzeadas não são ideais para se submeterem a tratamentos de varizes e vasinhos”, destaca.





Fonte: iBahia