BOMBA! Presidente de time da Série B é afastado por possíveis falcatruas – Futebol Interior


Salvador, BA, 02 (AFI) – Paulo Carneiro não é mais o presidente do Vitória, pelo menos pelos próximos 60 dias. Na noite desta quinta-feira, o Conselho Deliberativo do clube votou pelo afastamento do dirigente para que a Comissão de Ética apure eventuais falcatruas em sua gestão.

Há algum tempo a comissão analisa uma série de documentos, porém, são muitas as possíveis irregularidades, motivo pelo qual foi sugerido o afastamento de Paulo Carneiro por 60 dias. A ideia é que neste período tenha-se uma conclusão sobre de eventuais falcatruas e prejuízos financeiros do clube.

Ao todo, 79 conselheiros participaram da votação, sendo que 76 foram favoráveis, enquanto três se abstiveram.

Com o afastamento do dirigente, o vice-presidente Luiz Henrique Viana assume o posto de Carneiro neste período. Importante lembrar que o mandato vai até dezembro de 2022 e provavelmente outra pessoa é quem o concluirá.

Paulo Carneiro é acusado de firmar contratos milionários com empresas do meio desportivo, bem como se apropriar de verba do clube durante a pandemia da covid-19. O ‘rombo’ no clube é de aproximadamente R$ 10 milhões, que ainda será apurado internamente.

Fato é que, Paulo Carneiro se tornou um dos dirigentes mais odiados da história recente do Vitória. Foi muito comemorado o afastamento do dirigente nos arredores do estádio Barradão, onde inúmeros torcedores e as organizadas se concentraram para acompanhar a votação e também protestar contra a gestão temerária do dirigente.

Atualmente, o Vitória é apenas o 18º colocado da Série B, com 20 pontos. Se o campeonato terminasse hoje, o Leão estaria na Série C de 2022.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior