Campanha ‘vergonhosa’ no Arruda acaba com chances do Santa Cruz-PE – Futebol Interior


Recife, PE, 14 (AFI) – Quando a casa não se torna um lar, fica complicado. Um dos grandes, se não o principal, fator para o Santa Cruz-PE estar com um pé na Série D é o rendimento no Arruda. A Raposa não fica confortável no próprio habitat e a briga no Campeonato Brasileiro Série C passou a ser pela permanência.

O Santa Cruz é o lanterna (10°) no Grupo A e só um milagre salva o time do rebaixamento. São 11 pontos, até o momento. Seis atrás do Floresta-CE, com duas rodadas para o término da Primeira Fase e nenhum confronto direto.

PIPICO, PIPICO…

ASSIM NÃO DÁ

A campanha da Raposa em casa é de apenas uma vitória, três empates e quatro derrotas. O único triunfo foi na 14ª rodada, contra o Volta Redonda-RJ, por 2 a 1. O treinador Roberto Fernandes sabe que, com este desempenho, não é anormal a situação do Santa Cruz na tabela.

“Eu costumo dizer, e isso é uma verdade, basta você fazer uma análise da competição, não do seu time, que o Campeonato Brasileiro, seja Série A, B ou C, principalmente depois que saiu esse mata-mata da Série C e passou a ser chaveamento, permanência (na divisão) você garante em casa e acesso você faz o dever de casa e belisca ponto fora.”

“A nossa campanha em casa é lastimável, gente. Pelo amor de Deus, é vergonhosa. Eu tenho vergonha. Tivemos oito jogos em casa, quatro derrotas, três empates e apenas uma vitória. Como mandante, nós fizemos seis gols em oito jogos. É muito pouco, muito pobre a nossa campanha.”

LÁ NO INÍCIO

Na última partida, o duelo era importante. O Altos-PI tinha 18 pontos e uma vitória do Santa Cruz deixava não só o Floresta, como a própria equipe do Piauí ainda na luta. A Raposa, porém, foi derrotada por 1 a 0. O tropeço é apenas uma parte do problema, na visão do comandante.

“O problema foi mais embrionário. Estamos hoje colhendo. Não foi no jogo do Altos, foi no somatório de oito jogos em casa e você ganhar um. Como é que você garante permanência no campeonato brasileiro com o percentual de aproveitamento pífio desse? Eu tenho responsabilidade nisso também.”

MILAGRE

O Santa Cruz volta a campo, em busca da salvação, no domingo, às 18 horas, contra o Tombense-MG, em Tombos. O último duelo é com o Botafogo-PB, em casa. O Floresta, enquanto isso, enfrenta Volta Redonda-RJ e Ferroviário-CE.

O Jacuipense-BA, que abre a zona de rebaixamento, com 13 pontos, fecha a competição com Botafogo e Altos.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior