Caruru de Cosme e Damião: aprenda receita incrível com direito à dicas da chef Tereza Paim



Neste mês de setembro acontece a celebração de Cosme e Damião, onde a tradição do caruru marca presença assídua.

Em comemoração aos santos gêmeos, o Restaurante Casa de Tereza serve caruru durante todos os dias do mês e movimenta a celebração: “Viva os erês! Que tenhamos fartura e muito caruru”, vibra Tereza Paim, chef do restaurante e devota de Cosme e Damião. Além do verdadeiro banquete à base de dendê oferecido pela Casa de Tereza, a chef dá dicas para aqueles que pretendem cozinhar o prato em casa.

“O pó feito com a castanha, o amendoim e os camarões triturados pode ser guardado bem fechado por vários dias na geladeira ou no congelador. Já para os alérgicos a camarão, substitua o camarão fresco por lascas de bacalhau. Também ́é possível colocar caldo de bacalhau”, indicou.

“Reza a tradição que, de tempos em tempos, você deve enfiar uma faca molhada em água gelada na mistura que está sendo cozida, para evitar que o quiabo solte muito a baba”, finalizou a chef Tereza Paim.

Que tal aderir a tradição, seguir as dicas e fazer um delicioso caruru em casa? A receita rende 8 porções e leva 1 hora e 30 minutos para ficar pronta. Confira:

  • 60g de castanha-de-caju sem sal 
  • 50g de amendoim torrado, sem casca e sem sal
  • 70g de camarão seco sem os olhos
  • 30g de camarão seco sem a cabeça descascado
  • 1,2 kg de quiabos
  • 20ml de azeite de oliva
  • 100g de cebola branca ralada ou passada no multiprocessador
  • 8g de gengibre ralado
  • 100ml de caldo de legumes ou de peixe
  • 570 ml de leite de coco
  • 80ml de azeite de dendê
  • Sal a gosto
  1. Junta a castanha, o amendoim e os camarões secos e passe-os no multiprocessador até virarem um pó.
  2. Lave os quiabos e corte-os em rodelinhas ou em pedaços pequenos, desprezando a cabeça e o cabo. Não lave novamente depois de cortado, pois o quiabo solta uma baba.
  3. Em uma panela, coloque o azeite de oliva e junta a cebola e o gengibre, levando ao fogo alto para refogar rapidamente. Em seguida, acrescente os quiabos.
  4. Adicione o caldo de peixe ou o de legumes, o leite de coco e o dendê e deixe o quiabo cozinhar com os temperos ainda em fogo alto.
  5. Vá colocando aos poucos o pó feito com a castanha, o amendoim e o camarão. Abaixe o fogo e mexa o mínimo possível, apenas para misturar, porque o quiabo solta muita baba.
  6. Ajuste o sal. Quando os quiabos estiverem moles, o caruru estará pronto.
  7. Desligue o fogo e sirva ainda quente ou morno.





Fonte: iBahia