Chapecoense 1 x 2 Fluminense – Fluzão pega o elevador em cima do lanterninha – Futebol Interior


Chapecoense, SC, 7 (AFI) – O Fluminense pegou o elevador e subiu na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro ao vencer a Chapecoense, por 2 a 0, nesta terça-feira à noite, pela 19.ª rodada, a última do primeiro turno. O jogo foi realizado na Arena Condá, em Santa Catarina.

O time carioca segue invicto sob comando de Marcão, que substituiu Roger Machado. Antes desta vitória, o Fluzão vinha de dois empates (Atlético-MG e Juventude) e uma vitória sobre o Bahia. Agora soma 25 pontos e ocupa a sétima posição.

O campeão de Santa Catarina continua em apuros. Ainda não venceu em 19 rodadas, um recorde negativo em toda a história dos pontos corridos. Com apenas sete pontos é o lanterna e mais cotado para ser rebaixado, voltando para a Série B em 2022.

FLUZÃO EFICIENTE
Se Fred e Nenê, poupados, o time foi bem armado no esquema 4-3-3 por Marcão, com três volantes e três atacantes, o Fluminense começou dando as cartas do jogo e chegou aos 2 a 0 com muita facilidade. O primeiro gol saiu aos nove minutos, quando André pegou rebote da defesa e deu o toque para Bobadilla. Ele ajeitou, batendo forte e no alto aos nove minutos.

O segundo gol também começou pelo lado direito. Danilo Barcelos, com pé trocado, bateu escanteio e Luiz Henrique subiu alto para desviar de cabeça aos 17 minutos.

CHANCES PERDIDAS
Ninguém esperava tanta facilidade pelo lado carioca, como ninguém esperava tanta desvantagem pelo lado catarinense. Tanto que a Chapecoense, também montado por Pintado no 4-3-3, também criou duas chances reais para marcar, porém, esbarrou em defesas do goleiro Marcos Felipe.

O primeiro lance aconteceu aos 22 minutos, quando Bruno Silva protegeu a bola pelo lado direito e bate cruzado, mas a bola tocou no corpo do goleiro e saiu. O segundo lance aconteceu aos 34 minutos, após escanteio e desvio de cabeça, no primeiro pau, de Alan Santos. Mas Marcos Felipe saltou e espalmou, numa grande defesa.

Aos 47 minutos, Bruno Silva apareceu sozinho para o chute, porém, acabou travado por Luccas Claro.

VEJA OS GOLS !

CHAPE MELHOR
Mas o segundo tempo começou com o time da casa tomando as iniciativas ofensivas. De outro lado, o time carioca se tornou passivo, foi recuando, recuando e acabou sofrendo o primeiro gol aos 15 minutos.

O lance começou do lado esquerdo com um cruzamento, Bruno Silva desviou de cabeça no primeiro pau e no segundo apareceu o oportunista Perotti para se abaixar e tocar de cabeça de cima para baixo e diminuir o placar: 2 a 1. O VAR precisou confirmar o gol, porque o auxiliar anotou impedimento.

O gol animou a Chapecoense, que passou a exercer pressão diante de um adversário sem força de reação e sem capacidade para usar o contra-ataque. O Fluminense soube sofrer e segurou o resultado, mas no sufoco.

PRÓXIMOS JOGOS
O Fluminense vai receber o São Paulo, domingo, às 20h30, no Rio de Janeiro. A Chapecoense vai enfrentar o Red Bull Bragantino, no interior de São Paulo, sábado às 19 horas.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior