29.6 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

Com baixa procura de ingressos, time da Série C terá retorno da torcida no Estádio Heriberto Hulse na Copa SC – Futebol Interior


Criciúma, SC, 15 (AFI) – Apesar de estar vivo e dependendo apenas de si para avançar a segunda fase do Campeonato Brasileiro da Série C, o Criciúma passará a dividir sua atenção também com a disputa da Copa Santa Catarina. Competição, na qual, irá marcar o retorno da torcida carvoeira ao Estádio Heriberto Hulse depois de um longo tempo de pandemia.

Mesmo com a liberação, o Governo do Estado de Santa Catarina fez algumas exigências de segurança para as pessoas entrarem nos estádios, seja ele torcedor, imprensa ou profissional do clube. Ou seja, só serão permitidas pessoas vacinados com duas doses ou apresentar laudo de exame RT-qPCR negativo.

Por conta disso, a procura de ingressos para a partida desta quarta-feira (15) contra o Herícilio Luz, às 19h30 está sendo bem baixa e apenas 50 ingressos foram comercializados até o momento. O diretor de marketing do clube, Vitor Moreno, tentou explicar os prováveis motivos para a baixa adesão.

“Muito em virtude de não ter uma grande quantidade de pessoas aptas com a segunda dose. E também o teste acrescido para quem não tem a segunda dose. Conseguimos reduzir os custos através de um parceiro do clube, mas ainda não foi suficiente para que houvesse procura maior”, disse.

Para diminuir os custos para os torcedores, já que um teste de RT-qPCR custa o valor de R$ 150 em média, o Criciúma fez uma parceria com um laboratório da cidade, onde está oferecendo 50% de desconto para os sócios torcedores da equipe.

De qualquer forma, apesar da probabilidade do público seja pequena, a diretoria do Criciúma afirmou que todos os protocolos sanitários serão seguidos: uso de máscara, álcool gel, distanciamento e todos permanecendo sentados durante a partida.

“Temos o plano de contingência que determina os passos a serem cumpridos. Teremos monitores no entorno do estádio orientando a utilização do álcool, distanciamento e máscara cobrindo nariz e boca. Também vamos utilizar a sonorização do estádio para lembrar o torcedor de cumprir o regramento”, completou o diretor.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior