Figueirense precisa superar retrospecto ruim contra paulistas fora de casa se quiser sonhar – Futebol Interior


Florianópolis, SC, 14 (AFI) – O Figueirense, antes de secar o Criciúma, precisa fazer sua parte para seguir sonhando na Série C do Campeonato Brasileiro. E tudo começa por superar o mau retrospecto fora de casa contra os paulistas. Na próxima segunda-feira, os catarinenses visitarão o Botafogo às 20 horas no Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 17ª e penúltima rodada do Grupo B.

Como visitante diante de rivais de São Paulo, o Figueirense foi derrotado por Novorizontino (1 a 0), Ituano (1 a 0) e Oeste (2 a 1) e venceu o Mirassol (2 a 1). Aproveitamento de 25%, além de um gol marcado e três sofridos.

“A melhor coisa no futebol é a pressão. Jogar futebol sem pressão não tem gosto. É como pegar uma carne e não fazer na panela de pressão, ela vai ficar dura. Temos que lutar até o último fio de esperança. Na vida do Figueirense isso (a classificação no sufoco) aconteceu em outras situações. Vamos nos dedicar para que isso aconteça de novo”, avaliou o técnico Jorginho.

CONFRONTOS DIRETOS!
O Figueirense ocupa a quinta colocação com 23 pontos e terá dois confrontos diretos nas últimas duas rodadas. O Botafogo, por exemplo, está um degrau abaixo com 21 pontos. Na quarta colocação, fechando o G4 com 27 pontos, está o Criciúma, adversário do Figueirense em 25 de setembro, às 17 horas, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Para a próxima rodada, o Figueirense terá que superar os desfalques do lateral-direito Guilherme Teixeira e do atacante Bruno Paraíba. Os dois são titulares no esquema de Jorginho, mas receberam o terceiro cartão amarelo e não jogam contra o Botafogo. O lateral André Krobel, por outro lado, volta de suspensão.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior