História Geral: o que é a Ku Klux Klan? 


Ku Klux Klan: um resumo para as suas provas

O termo “Ku Klux Klan” é utilizado para denominar uma organização supremacista e racista que foi fundada nos Estados Unidos. 

O tema é muito abordado por questões de história geral em diversas provas do país, principalmente devido aos ataques racistas realizados pelos membros dessa organização entre os séculos XIX e XX. 

Vamos conferir, a seguir, um resumo sobre a KKK. 

Ku Klux Klan: introdução

A Ku Klux Klan, também conhecida pelas iniciais KKK, é uma organização racista e supremacista dos Estados Unidos.

Fundada entre os anos de 1865 e 1866, a KKK surgiu em uma cidade do estado do Tennessee, com base em convicções supremacistas. A organização tinha como objetivo, no momento de sua criação, realizar atos terroristas contra negros e contra quem defendia os direitos da população negra.

Ku Klux Klan: contexto histórico

A organização tem o seu surgimento diretamente ligado ao desfecho da Guerra de Secessão, conflito que ocorreu entre os anos 1861 e 1865. 

Você Pode Gostar Também:

Após o fim da guerra, antigos soldados confederados, que lutaram defendendo os estados escravocratas do Sul dos EUA, criaram o grupo no Tennessee. Isso ocorreu porque os estados sulistas não aceitaram a derrota, a consolidação do fim da escravidão no país e o início de um cenário favorável para os estados do norte dos Estados Unidos.

Mesmo que, com o fim da guerra, medidas de reinserção desses estados à união tenham se iniciado, o sentido de aversão contra a população negra continuava a predominar na região sul dos EUA.

Ku Klux Klan: características

Os membros da KKK possuíam um traço característico: eles se vestiam com um lençol branco com capuz sobre o rosto. Essa vestimenta tinha como principal objetivo esconder a identidade de quem a vestia e atuava dentro da organização. Ainda, devemos lembrar que apenas homens brancos e protestantes poderiam fazer parte da Ku Klux Klan.

Os perseguidos pela organização eram espancados até à morte ou enforcados em locais públicos. As perseguições, por sua vez, se iniciavam a partir de acusações falsas e que objetivavam colocar os negros em posição inferior àquela dos brancos.

Ku Klux Klan: fases

Desde o momento de sua criação, a KKK passou por algumas fases. São elas:

  1. Entre 1865 e 1871: disseminação dos ideais da organização e expansão da violência contra negros no sul dos Estados Unidos;
  2. 1915 – 1950: reaparecimento da organização no estado da Geórgia, com ações violentas que levaram ao auge da KKK. Nessa fase, a Ku Klux Klan chegou a possuir cerca de 4 milhões de membros, alguns inclusive dentro da política. Ainda, é durante esse período que a cruz em chamas se torna o símbolo da organização;
  3. 1950 – Presente: reação de brancos racistas contra as manifestações promovidas pelos negros que buscavam o fim do racismo e da segregação. Essa fase perdura até os dias atuais.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos