mais de 25 mil foragidos solicitaram benefício


A Controladoria Geral da União (CGU) divulgou um dado sobre a questão do Auxílio Emergencial no Brasil. De acordo com o levantamento, algo em torno de 25,8 mil foragidos da Justiça solicitaram o benefício do Governo no ano passado. Muitos deles não só receberam, como seguem recebendo em 2021.

Segundo o levantamento, a polícia estava procurando essas pessoas há anos. Há crimes dos mais variados tipos: criminosos que cometeram estupros, assassinatos, roubos e latrocínios, por exemplo. Não está claro se todos esses que pediram o benefício no ano passado estavam recebendo o dinheiro. No entanto, sabe-se que uma boa parte deles estava pegando a quantia.

De acordo com a CGU, em apenas um caso, um homem que matou a esposa e depois queimou o corpo, recebeu oito parcelas do Auxílio Emergencial no ano passado. Foram cinco pagamentos de R$ 600, três de R$ 300 e mais quatro de R$ 150 já este ano. E segundo os órgãos oficiais, o dinheiro da quinta parcela de 2021 já estava na conta dele.

Esse está longe de ser um caso isolado. São situações em que os foragidos da justiça pedem o Auxílio Emergencial e conseguem a permissão para receber o montante. De acordo com a CGU, esses dados foram obtidos através do Banco Nacional de Monitoramento de Presos (BNMP), que faz parte do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

Ainda de acordo com a CGU, esses dados com essas informações foram enviados para o Ministério da Cidadania, que é a pasta que cuida justamente do Auxílio Emergencial. Eles ainda não deixaram claro se esses foragidos que ainda estão recebendo o dinheiro do programa já passaram por um cancelamento do benefício.

Auxílio sem novas inscrições

O Governo Federal decidiu não abrir novas inscrições para o Auxílio Emergencial. Então as pessoas que receberam o benefício agora em 2021, teriam necessariamente que ter recebido o dinheiro também no ano passado. Pelo menos é isso o que dizem as normas do programa em questão.

Você Pode Gostar Também:

Isso quer dizer portanto que um foragido da justiça que estava recebendo a quantia em 2020, poderia acabar ganhando o direito de receber o benefício também em 2021. Isso mesmo sem a necessidade de uma nova inscrição. Por isso, muitos podem ter passado a receber o valor novamente.

De acordo com a CGU, algo em torno de 300 desses foragidos foram identificados, encontrados e presos. Esse número, no entanto, tende a ser ainda maior. É que algumas prisões costumam acontecer sob o comando das polícias regionais. E isso acaba causando uma subnotificação desses casos.

Cancelamentos

Nas redes sociais, muita gente criticou duramente a ação do Governo Federal no combate aos problemas citados acima. É que ao mesmo passo que esses foragidos receberam o dinheiro, muita gente que realmente precisava acabou não recebendo a quantia do benefício.

“Eu não recebi o Auxílio Emergencial este ano porque não recebi no ano passado. Mas ao mesmo tempo, esses bandidos estavam recebendo. Cadê esse pente fino da Dataprev? Só serve para cancelar as contas das pessoas que realmente precisam da quantia? Isso é uma vergonha”, escreveu um internauta em sua conta oficial do Facebook.

De acordo com o Governo Federal, algo em torno de 37 milhões de brasileiros estão recebendo o dinheiro do Auxílio Emergencial neste momento. Destes, cerca de 27 milhões são pessoas que se inscreveram no site oficial do programa e os que entraram pelo cadastro do Cadúnico. Os outros 10 milhões são usuários do Bolsa Família.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos