20.2 C
Penedo
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -

O que é ansiedade escolar? Entenda aqui!


ansiedade escolar é, infelizmente, a realidade de muitos alunos. Ela perpassa desde as crianças, até os adolescentes e jovens adultos que embarcam no caminho para a faculdade.

Em suma, trata-se de uma angústia associada ao futuro escolar, que prejudica a capacidade de enxergar as suas reais habilidades e potencialidades. Assim sendo, o jovem ou a criança se vê fadado ao fracasso, sentindo uma angústia intensa com relação à vida estudantil.

A fim de clarificar ainda mais esse assunto, trouxemos diversas informações pertinentes e importantes. Por favor, acompanhe-nos.

O que é ansiedade escolar?

A ansiedade escolar pode ser compreendida como uma ansiedade envolvida diretamente com as questões escolares. É como se a escola fosse o gatilho para a crise de ansiedade do estudante, enquanto outras questões de sua vida estão teoricamente equilibradas.

O estudante se sente sobrecarregado com os estudos e com as suas obrigações, temendo o que o futuro possa estar lhe reservando. É, basicamente, uma forma de sofrer por antecipação, com relação aos estudos, trabalhos, provas, etc.

Embora os dados possam mostrar caminhos promissores, o estudante sempre crê que não terá um futuro muito promissor nos estudos. Com isso, os índices de desistência vão aumentando, enquanto nossas crianças, adolescentes e jovens não recebem a atenção que merecem nesse sentido.

Quais os sintomas de ansiedade escolar?

São diversos os sintomas que a ansiedade escolar pode apresentar. Além disso, cada aluno possui as suas singularidades, o que faz com que os sintomas mudem de pessoa para pessoa.

Você Pode Gostar Também:

Com isso, listamos alguns sinais que podem ser comuns, mas não necessariamente são uma “regra”. Veja:

  • Sensação de incômodo, especialmente com relação ao futuro;
  • Medo de ser insuficiente;
  • Receio de perder o controle;
  • Aversão à escola e aos estudos;
  • Sensação de esgotamento mental e emocional;
  • Dificuldades para focar e se concentrar;
  • Angústia ao pensar na vida estudantil;
  • Dificuldade para estabelecer boas relações na escola;
  • Crises de ansiedade com sintomas fisiológicos aflorados;
  • Medo do professor, de colegas, ou outra pessoa do círculo social escolar;
  • Choro excessivo e sem causa aparente;
  • Mentiras ou desculpas para faltar às aulas.

Reiterando o que dissemos anteriormente, esses são apenas alguns dos sinais que a ansiedade escolar pode apresentar. Assim sendo, lembre-se de que cada caso merece uma avaliação única e, preferencialmente, de um profissional que seja qualificado.

Qual o tratamento mais adequado?

O tratamento mais adequado é a psicoterapia. Ela pode ser o alicerce necessário para que o aluno comece a compreender melhor as suas emoções, viabilizando um gerenciamento emocional qualificado.

Além disso, é possível ter uma visão de futuro mais clara quando pensamos em nossa saúde mental e praticamos o autoconhecimento.

Em paralelo a psicoterapia, o tratamento medicamentoso proposto por um psiquiatra também pode ser relevante, para alguns casos. Por isso, a avaliação deve acontecer por um profissional antes de tomar uma decisão se precisa de medicamento ou não.

Mas, de qualquer forma, a psicoterapia pode sempre ser um bom suporte para superarmos nossos limites e enxergarmos as situações de maneira mais racional.

Pense nessa possibilidade e cuide da sua saúde.

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos