Presidente de time mineiro consegue alvará de soltura após dormir na cadeia – Futebol Interior


Juiz de Fora, MG, 14 (AFI) – Depois de passar a noite preso no Centro de Remanejamento Provisório (Ceresp), em Juiz de Fora-MG, o presidente do Tupi, José Luiz Mauler Júnior, conseguiu na manhã desta terça-feira um alvará de soltura.

Preso em flagrante pela Polícia Civil por posse ilegal de armas de fogo, José Luiz Mauler Júnior passou a noite da última segunda-feira preso depois de não pagar a fiança, estipulada no valor de R$ 50 mil.

O QUE ACONTECEU
A “Operação Tupi: Jogando Limpo” foi aberta após várias denúncias de irregularidades nas categorias de base do Tupi desde fevereiro do ano passado, quando o Grupo Multisport assumiu o controle.

O presidente do Tupi, José Luiz Mauler Júnior, é um dos investigados e a Polícia Civil não descarta pedir a prisão preventiva do dirigente, que estaria dificultando o acesso a documentos e provas.

Durante investigação de irregularidades na base do Tupi-MG, a Polícia Civil foi até a casa de José Luiz Mauler Júnior com mandado de busca e apreensão.

No local, foram encontradas três armas de fogo. O dirigente foi preso por não ter os registros.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior