Será o lançamento de iPhones? Apple anuncia evento especial dia 14



A Apple anunciou nesta terça-feira que realizará um evento especial no próximo dia 14, que a maioria dos observadores da indústria acredita que será usado para revelar uma nova linha de seus iPhones.

Desde 2013, a Apple sempre lançou novos iPhones durante o mês de setembro. A gigante da tecnologia não deve fazer mudanças radicais neste ano, após lançar um iPhone redesenhado com conectividade 5G em 2020. A maioria dos analistas aponta para pequenas atualizações técnicas no processador do telefone e no sistema de câmera.

“As taxas de atualização atingiram o pico em 2021 com 5G, esperamos que as taxas de atualização moderem, mas continuem a gerar altos volumes em 2022”, escreveu o analista J.P. Morgan Samik Chatterjee em uma nota, acrescentando que ainda espera um ano recorde graças ao aumento nas vendas do iPhone SE de baixo preço.

A nova linha de smartphones deve expandir o recurso de modo Retrato para vídeos e também ter um formato de gravação de vídeo de maior qualidade, de acordo com um relatório da Bloomberg.

O modo retrato usa o sensor de profundidade do telefone para focar nos rostos enquanto desfoca o fundo, permitindo que fotógrafos amadores produzam instantâneos de alta qualidade.

O lançamento em meados de setembro marca um aumento nas vendas na última semana do quarto trimestre fiscal da Apple, à medida que milhões de compradores ávidos compram os novos iPhones. No ano passado, no entanto, o evento foi atrasado por um mês devido à pandemia de Covid-19, então as vendas do iPhone no fim de semana de lançamento não foram incluídas nos resultados do quarto trimestre.

O evento também ajuda os analistas de Wall Street a moldarem suas projeções de vendas para a temporada de compras de fim de ano nos mercados ocidentais, que normalmente é o maior trimestre de vendas da Apple.

A Apple, conhecida por seus lançamentos de telefones chamativos que reúnem centenas de jornalistas em seu amplo campus de Cupertino, Califórnia, tem se voltado para eventos virtuais desde o ano passado por causa da pandemia.





Fonte: iBahia