Time do Brasileirão é acusado pelo Vitória de calote na contratação de promessa – Futebol Interior


Curitiba, PR, 14 (AFI) – O Vitória cansou de esperar um posicionamento do Athletico-PR sobre a contratação do lateral-esquerdo Pedrinho e, nesta terça-feira, soltou uma nota oficial dizendo ainda não recebeu nenhum centavo do valor acordado.

No acordo feito entre os clubes, o Athletico-PR teria pagar R$ 8,5 milhões ao Vitória de forma parcelada e também emprestar Pedrinho ao Leão assim que o contrato fosse assinado. Nada disso aconteceu.

Na nota assinada pelo presidente em exercício Luiz Henrique Viana, o Vitória revela que já entrou com uma medida processual na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

CONFIRA ABAIXO A NOTA OFICIAL DO VITÓRIA

Esporte Clube Vitória vem a público manifestar, através do Presidente do Conselho Diretor em exercício, Luiz Henrique Viana Pereira, que não ocorreu o pagamento devido pelo Athletico-PR, referente a negociação envolvendo o lateral-esquerdo Pedrinho.

O jogador foi regularizado pelo Athletico, tendo seu nome publicado no Boletim Informativo Diário da CBF, o que lhe deixa apto para disputar partidas pelo novo clube.

Assim, o Vitória reforça que desconhece os motivos para o não cumprimento do contrato celebrado entre os clubes, assim como para o não pagamento do valor ajustado.

Informa ainda que medida processual já foi protocolada junto à Câmara Nacional de Resolução de Disputas da CBF, para fins de impor ao Athletico Paranaense o cumprimento do acordo.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior