Times que lutam contra a degola dominam a Seleção FI da 22ª rodada da Série B – Futebol Interior


Campinas, SP, 07 (AFI) – A 22ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B foi um pouco diferente. Dos dez times que jogaram em casa, apenas a Ponte Preta conseguiu somar os três pontos. Destaques também para as vitórias de Coritiba, CRB e Botafogo como visitantes.

A Seleção do Portal Futebol Interior da 22ª rodada vem diversificada e formada em sua maioria por jogadores de times que estão lutando contra o rebaixamento. As exceções são o zagueiro Gum (CRB), o volante Matheus Sales (Coritiba) e os atacantes Delatorre (CSA) e Bruno Sávio (Guarani).

CONFIRA A SELEÇÃO FI DA 22ª RODADA

Goleiro: Matheus Nogueira (Brasil)
Foi o grande responsável pelo ponto conquistado pelo Brasil de Pelotas em São Januário. Contra o Vasco da Gama, Matheus Nogueira estava em um dia inspirado e fez defesas de todos os jeitos. O goleiro xavante, inclusive, defendeu pênalti cobrado por Cano.

Lateral-direito: Felipe Albuquerque (Ponte Preta)
Contratado sob muita expectativa junto ao Grêmio, o lateral-direito tem sido bastante regular com a camisa da Ponte Preta. Na vitória sobre o Sampaio Corrêa, por 3 a 2, em Campinas, ele foi muito acionado no seu setor e ainda fez um golaço de falta quando o jogo estava empatado em 2 a 2. Merece um lugar na Seleção FI da rodada.

Zagueiro: Gum (CRB)
Acabou sendo substituído aos 15 minutos do segundo tempo depois de sentir uma lesão muscular, mas merece uma presença na Seleção FI pelo que fez enquanto esteve em campo na vitória sobre o Confiança, por 2 a 1. Foi a partir de um desarme de Gum que saiu o primeiro gol do Galo.

Gum saiu machucado, mas conseguiu se destacar no tempo que esteve em campo (Foto: Divulgação/CRB)

Zagueiro: Wallace Reis (Vitória)
O Vitória sofreu, mas venceu o Operário, por 1 a 0, em Ponta Grossa. Os baianos saíram na frente do placar e depois precisaram se segurar na defesa. Um dos mais experientes do elenco, Wallace Reis foi muito bem pelo alto e também no posicionamento para desarmar os adversários. Saiu de campo enaltecendo a garra do time na luta contra a degola.

Lateral-esquerdo: Mascarenhas (Sampaio Corrêa)
O Sampaio Corrêa perdeu para a Ponte Preta, de virada, por 3 a 2, no interior paulista. Apesar do resultado, os maranhenses mostraram qualidade e até mereciam sorte melhor em campo. Um dos destaques do confronto, sempre muito incisivo com a bola nos pés foi o lateral Mascarenhas. Sempre participativo no ataque e importante na recomposição defensiva.

Volante: Matheus Sales (Coritiba)
Com a missão de substituir o titular Val, Matheus Sales deu conta do recado e ajudou o Coritiba a vencer o Londrina, por 3 a 2, no interior do Paraná. O jogador foi importante na marcação, mas também mostrou presença de área ao aproveitar rebote de finalização na trave e estufar as redes. Foi muito bem.

Meia: Celsinho (Londrina)
Alvo de uma série de ataques racistas, o meia Celsinho respondeu no campo com um bom futebol e bola na rede. Na derrota para o Coritiba, por 3 a 2, em Londrina, ele foi um dos homens mais efetivos no campo ofensivo, tanto é que deixou sua marca ao receber cruzamento e cabecear com categoria no canto do experiente Wilson. O Tubarão perdeu, mas está em ascensão na luta contra a degola.

Meia: João Pedro (Vila Nova)
O Vila Nova arrancou ótimo empate com o CSA, por 1 a 1, em Maceió. Após um primeiro tempo apático, os goianos mudaram a postura na etapa final e buscaram a igualdade. E um dos responsáveis pelo resultado foi João Pedro, que saiu do banco de reservas e ajudou na criação das jogadas. Aliás, foi dele a assistência para o gol de Alesson, já aos 41 do segundo tempo.

Moisés teve mais uma grande atuação com a camisa da Ponte Preta (Foto: Álvaro Jr./Ponte Press)

Atacante: Moisés (Ponte Preta)
Escolher Moisés como o melhor em campo nas vitórias da Ponte Preta já virou rotina. No resultado positivo sobre o Sampaio Corrêa, por 3 a 2, o jogador foi mais uma vez importante para encontrar seus companheiros bem posicionados e ainda desfilar sua categoria para passar pela marcação, apesar de desta vez não ter balançado as redes. Todas as jogadas de ataque da Macaca passaram por seus pés.

Atacante: Dellatorre (CSA)
O CSA teve tudo para vencer o Vila Nova sem dificuldades, mas só empatou por 1 a 1, no Rei Pelé. No primeiro tempo, os alagoanos jogaram muita bola, principalmente os homens de ataque. Dellatorre foi muito acionado e numa das oportunidades abriu o placar, ainda que com falha do goleiro Georgemy.

Atacante: Bruno Sávio (Guarani)
Bruno Sávio tem sido importante para o Guarani. Contra o Náutico, ele foi um dos principais jogadores do Bugre. Chegou a dar a assistência para um gol anulado de Mateus Ludke e salvou o Guarani da derrota nos Aflitos ao estufar o barbante.

Treinador: Wagner Lopes (Vitória)
É verdade que o time ainda não conseguiu deixar a zona de rebaixamento, mas é inegável a melhora apresentada nas últimas rodadas. Em Ponta Grossa, o Vitória venceu o Operário, por 1 a 0, e conseguiu o primeiro resultado positivo como visitante. Tudo isso ganha ainda mais peso se levarmos em conta os problemas que o clube está passando fora das quatro linhas, com salários atrasados e afastamento de presidente.

Confira também:





Fonte: Futebol Interior