Tópicos importantes sobre a democracia ateniense


Criada na Grécia Antiga, a democracia ateniense foi uma forma de governo instaurada na cidade de Atenas. 

É considerada a primeira forma de governo democrático, sendo essencial para a organização das cidades-estados da Grécia Antiga. 

Contexto histórico da democracia ateniense

Antigamente, a cidade de Atenas era comandada pelos Eupátridas que eram uma elite aristocrática oligárquica. Eles detinham os pólos políticos e econômicos na polis grega. 

Com o surgimento de novas classes como os comerciantes, camponeses, proprietários de terras, etc. A aristocracia acaba reexaminando as políticas das cidades, sendo considerado o ponto inicial, para posteriormente ser criada a democracia. 

A democracia surge de fato depois da vitória do aristocrata Clístenes, conhecido por ser o “Pai da Democracia” em 510 a.C. ele liderou uma resistência contra o tirano grego Hípias que governou entre 527 a.C e 510 a.C. 

Depois da vitória de Clístenes, Atenas adotou um novo regime conhecido como “demokratia” sendo implementada de forma direta, ou seja, todas as pessoas da cidade participavam dos temas sobre políticas da polis.  

Sendo assim, Clístenes dá início a uma série de reformas políticas fortalecendo a democracia. Uma das medidas criadas foi o exílio de 10 anos a qualquer um que ameaçasse o regime democrático.

Ademais, todos os cidadãos livres com mais de 18 anos e atenienses estavam capacitados a participar de Assembleias. No entanto, mulheres, imigrantes e escravos estavam excluídos. 

Você Pode Gostar Também:

É importante ressaltar que apenas 10% do povo ateniense possuíam direitos democráticos. Dessa maneira, é reconhecida como uma democracia elitista e excludente. 

Todavia em 404 a.C. a democracia ateniense foi diretamente impactada, pois foi derrotada por Esparta na Guerra do Peloponeso. 

Características

Selecionamos as principais características da democracia ateniense: 

  • Democracia direta;
  • Reformas políticas e sociais;
  • Criação de uma nova Constituição;
  • Isonomia – Igualdade perante a lei;
  • Isocracia – Igualdade de acesso a cargos públicos; 
  • Isegoria – Igualdade para ter voz nas Assembleias; 
  • Direito a voto aos cidadãos livres atenienses.

Por fim, a democracia grega foi base para diversas democracias que surgiram depois e estão presente em países do mundo todo até os dias de hoje. 

E então, gostou de saber um pouco mais sobre a democracia ateniense?

Não deixe de ler também – Resumo de Sociologia: conceitos de democracia e cidadania. 

Leia Também:

Está “bombando” na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br

Fonte: Notícias Concursos