São Paulo x Ceará – A culpa era mesmo do treinador? – Futebol Interior


São Paulo, SP, 14 (AFI) – A partida desta quinta-feira vai marcar o retorno de Rogério Ceni ao Morumbi. E, assim como nos velhos tempos, será defendendo as cores do São Paulo. Na reestreia do ídolo no comando técnico, o Tricolor recebe o Ceará, às 19 horas, pela 26ª rodada do Brasileirão.

A sequência de cinco empates seguidos e a queda de produção fez a diretoria ceder a pressão e demitir o argentino Hernan Crespo na última quarta-feira. Horas depois, foi fechado um acordo com Rogério Ceni, que estava sem clube desde que deixou o Flamengo, em julho.

Além de causar a saída de Hernan Crespo, a sequência de empates não fez com que o São Paulo respirasse na luta contra o rebaixamento. O Tricolor é o 13º colocado, com 30 pontos, um a mais que o Ceará. O Bahia, que abre a degola, tem 27.

VAI ESTREAR
Sem perder tempo, Rogério Ceni comandou o seu primeiro treino na noite desta quarta-feira. Como o nome foi publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) a estreia vai acontecer já contra o Ceará.

O novo treinador, inclusive, estuda fazer mudanças. Os laterais Orejuela e Reinaldo devem aparecer entre os titulares, assim como o meia Benítez, que não vinha sendo utilizado por Hernan Crespo. No ataque, Rigoni foi vetado pelo departamento médico.

PIOR VISITANTE
Na luta contra o rebaixamento, o Ceará quer acabar um jejum de quase cinco meses sem ganhar como visitante. A última vez que isso aconteceu foi no dia 19 de maio, sobre o Ferroviário, por 3 a 0, pela semifinal do Campeonato Cearense.

No Brasileirão, o Ceará é o pior visitante e o único que não conquistou nenhuma vitória. Em 11 partidas até aqui, são seis empates e cinco derrotas, além de apenas seis gols feitos e 16 sofridos.

O Ceará encerrou a preparação para o jogo contra o São Paulo na tarde desta quarta-feira com uma atividade no CT do Palmeiras. A única mudança em relação ao time que perdeu para o Atlético-MG, por 3 a 1, em Belo Horizonte, deve ser justamente Marlon no lugar de Fernando Sobral.


Fonte: Futebol Interior