Secretária denuncia ataques de deputado durante audiência pública em Arapiraca: “cenário de horror”

A prefeitura de Arapiraca divulgou uma nota de repúdio, nesta sexta-feira, 8, contra o deputado estadual Tarcizo Freire, acusado de desrepeitar duas servidoras púlblicas durante uma audiência na Câmara de Verereadores do município. Uma delas é Rosa Lira, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, que usou sua rede social para expor os ataques sofridos enquanto…

A prefeitura de Arapiraca divulgou uma nota de repúdio, nesta sexta-feira, 8, contra o deputado estadual Tarcizo Freire, acusado de desrepeitar duas servidoras púlblicas durante uma audiência na Câmara de Verereadores do município.

Uma delas é Rosa Lira, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo, que usou sua rede social para expor os ataques sofridos enquanto discutiam na Casa, a realocação dos ambulantes do Bosque para o Parque Ceci Cunha.

De acordo com seu relato, o deputado participou da audiência a convite do filho, vereador Túlio Freire. Era para ser uma discussão saudável sobre um tema complexo que tem afetado muitos comerciantes na região, mas acabou se tornando o que ela classifica como “cenário de horror”.

O deputado fez duras críticas ao trabalho desenvolvido pela servidora responsável pela transferência dos ambulantes e chegou a ser agressivo. “Após a contribuição de Lidiane, servidora pública, MULHER, Mãe Viúva, Filha e amiga amorosa, referência e que passou por diversas gestões, independente de grupos políticos e por sua reconhecida competência, foi desrespeitada, agredida verbalmente, pelo Deputado Estadual Tarcisio Freire. Na sua fala misógina de forma deselegante através de uma comunicação violenta, buscou intimida-la”, [sic].

E segue o relato: “Em sua fala grosseira usou expressões como: Você tem ódio no coração, Nem Mãe ela é, gente ruim. Entre outras aberrações”, diz Rosa Lira.

Para surpresa da representante do município, a cena foi assistida em silêncio pelos presentes, incluindo os vereadores que conduziam a audiência. Ela fala que saiu em defesa da colega, mas foi interrompida pelo parlamentar, que chamou os servidores de “hipócritas e corjas”. “Estamos buscando todas as medidas para que este senhor seja penalizado por seu comportamento vergonhoso e suas falas vulgares”, disse.

Segue abaixo nota da Prefeitura de Arapiraca na íntegra:

A Prefeitura Municipal de Arapiraca vem a público manifestar seu repúdio ao comportamento desrespeitoso, violento e incabível do deputado estadual Tarcizo Freire contra as servidoras públicas Lidiane dos Santos e Rosa Lira, em audiência pública realizada na manhã desta sexta-feira, 7, na Câmara Municipal de Arapiraca.

Todas as medidas jurídicas estão sendo tomadas no sentido de que a integridade das servidoras seja preservada e que a conduta do parlamentar seja punida com os rigores da lei.

Destacamos que o respeito ao servidor público, e sobretudo às servidoras, é uma prática da gestão municipal, que possui em seu quadro 6.530 mulheres trabalhando pelo bem da coletividade.

Nenhum ato de violência, machismo, de desrespeito e de intimidação, serão aceitos. Muito menos agressões de caráter misógino.

Portanto, nossa mais irrestrita solidariedade a essas mulheres, mães, servidoras e cidadãs que dedicam suas vidas ao bem estar de nossa comunidade.

Nosso total repúdio ao indivíduo de atitude incompatível com a civilidade e com o cargo de representação parlamentar que ocupa.

O Alagoas24Horas entrou em contato com o deputado, através de sua assessoria e aguarda resposta sobre o ocorrido.

Fonte: Alagoas24horas