Anitta abre o jogo sobre fama nos Estados Unidos


Investindo com força em sua carreira internacional, Anitta concedeu uma entrevista para a Haper’s Bazaar Brasil e abriu o jogo sobre a vida nos Estados Unidos.

“Cansei de acordar e ter a casa cheia de gente. Decidi que esse era o meu canto. Qualquer trabalho seria daqui para fora. No Rio, tinha estúdio e até camarim em casa. Aqui não”, contou ela.

Morando em Miami, Anitta contou que já está sendo reconhecida por lá. 

“Já estou começando a ser notada em restaurantes, na academia e pelos paparazzi. Nem posso mais sair com qualquer roupa na rua como no começo. Sabia que iria descer todas as escadas e começar do zero. Bati na porta de rádios esperando para dar entrevista. Algumas vezes conseguia, outras não”, disse.

A cantora ainda explicou que passou de ser uma pessoa procurada para aquela que corre atrás, lembrando o começo da carreira. 

“E tudo bem. Passei da pessoa que era procurada para aquela que ia atrás. Voltei com o mesmo fôlego de quando estava começando. Hoje já sou capaz de me manter, financeiramente falando, com os ganhos obtidos no exterior. Não é mais a Anitta do Brasil bancando um projeto“, pontuou.

Recentemente, Anitta usou seu Twitter para fazer um desabafo nas redes sociais. A cantora não gostou de ser ignorada pela imprensa brasileira, depois de comparecer no palco de um dos maiores talk-shows dos Estados Unidos.

“Tem coisa que não dá pra entender, né? ontem eu fui a primeira brasileira a cantar e dar entrevista num dos maiores programas do EUA. Hoje tem meia dúzia de gato pingado postando sobre isso no meu país (que são os meus amigos, no caso). Isso não me intrigaria tanto se não fosse. um porém: se ontem, ao invés de ter sido a primeira brasileira nesse programa, eu tivesse envolvida em alguma fofoquinha eu tido alguma atitude que desagradou alguém, isso teria se tornado a maior manchete do país. Comentado e postado por tudo e todos. Isso não é curioso?”, escreveu a artista.

Confira a publicação na íntegra: 





Fonte: iBahia